Capa de vinil sobre tapete vermelho – FRIPP & ENO – (NO PUSSYFOOTING) (1973)

As sessões de gravação de (No Pussyfooting), a primeira colaboração entre Brian Eno e Robert Fripp, iniciaram em 1972, numa altura em que Eno, ainda nos Roxy Music, começava já a tentar perceber o rumo que iria dar à sua carreira a solo após o inevitável abandono da banda. Por Jon Marx No ano seguinte, Eno lançaria dois discos em nome próprio, 'Here Come The Warm Jets' e este '(No Pussyfooting)', em ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – THE STRANGLERS – IV RATTUS NORVEGICUS (1977)

Comecemos pelo princípio, mas afinal qual é o título deste álbum? 'Rattus Norvegicus' ou 'IV Rattus Norvegicus'? Por Jon Marx Consultando as fontes mais fidedignas (o curso de História serviu para alguma coisa, finalmente), em 'A Multitude Of Sins', a autobiografia do guitarrista proscrito Hugh Cornwell, o autor refere-se ao disco como 'Rattus Norvegicus' (no índice) e 'Rattus Norvegicus IV'. Já Chris Twomey, autor do livro 'The Men They Love To ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – THE KINKS – KINKS (1964)

'Kinks', assim mesmo, sem o 'The' que precede o nome da banda, é o primeiro LP do grupo dos irmãos Davies e inclui 'You Really Got Me', um dos temas clássicos da banda e uma das canções mais vezes adaptadas (e roubadas) no mundo do garage rock. Por Jon Marx Para além de 'You Really Got Me', merecem destaque o tema de abertura 'Beautiful Delilah', canção escolhida como primeiro single retirado do ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – ECHO & THE BUNNYMEN – NEVER STOP (1983)

Uma das boas práticas que renasceu com o Punk e foi explorada até ao limite pelas pequenas editoras que apareceram no final de 70/início de 80 foi a recuperação do single como objecto com vida própria em vez de um mero objecto de promoção de um álbum. Por Jon Marx Ou seja, ao contrário do que acontecia com muitos mastodontes que espalhavam a sua entediante produção por álbuns intermináveis e olhavam ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – THE CLASH – LONDON CALLING (1979)

Há imensas histórias à volta deste terceiro álbum dos Clash. Muitas delas encontram-se documentadas na biografia 'Passion Is A Fashion', de Pat Gilbert, a maior parte são do conhecimento geral, uma boa parte não passam de histiorietas sem importância. Por exemplo, há uns anos atrás, em algumas daquelas votações que as publicações do género fazem para encher páginas no verão, 'London Calling' foi considerado, ao mesmo tempo, o melhor álbum ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – NEW ORDER – PROCESSION / EVERYTHING’S GONE GREEN (1981)

'Procession' é o primeiro single dos New Order totalmente concebido após o fim dos Joy Division. Escrito por Stephen Morris, é um tema pouco interessante que podia bem ter sido inserido no alinhamento do Lp 'Movement'. Por Jon Marx 'Everything's Gone Green', a canção que se encontra no lado B, é bem mais pujante e aponta já para o que viria a ser o som da banda no 7" 'Temptation' e ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – BLONDIE – THE BEST OF BLONDIE (1981)

Para início de conversa fica já estabelecido que não gosto de colectâneas nem de álbuns ao vivo. Os primeiros são, de uma forma geral, uma forma preguiçosa de abordar a carreira de uma banda, os segundos são, por norma, um grupo de canções que se encontram, mais bem gravadas e mais bem tocadas, nas suas versões em estúdio, sem aquelas estuchas de solos intermináveis e desnecessárias interacções com o público. Por ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – DAVID BOWIE – DAVID BOWIE (1969)

'David Bowie' (este álbum) é o segundo LP da carreira de David Bowie (o músico) que, 2 anos antes, já havia editado um outro álbum intitulado 'David Bowie' (outro álbum, não é este). Por Jon Marx Bowie, cuja memória selectiva sobre diversas fases da sua carreira se tornou lendária, referia-se frequentemente a este disco (o segundo) como sendo o seu álbum de estreia. Voltaremos a 'David Bowie' (o primeiro) numa outra ocasião. O ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – THE BEATLES – A HARD DAY’S NIGHT (1964)

Comecemos pelo princípio. Este foi o primeiro disco que comprei ou, para ser mais correcto, que a minha avó me comprou numa ida ao El Corte Inglés de Vigo, no longínquo ano de 1972 (acho), tinha este vosso mais-que-tudo uns 10 anitos. Por Jon Marx E porquê os Beatles, e porquê este e não outro álbum mais bem esgalhado, como o Revolver ou o Rubber Soul? Não faço ideia. Se calhar ...

Read More

Capa de vinil sobre tapete vermelho – Preâmbulo

No passado fim-de-semana terminei a leitura de '1000 Record Covers' de Michael Ochs, uma cuidada edição da Taschen sobre capas de álbuns seleccionadas pelo autor a partir da sua colecção pessoal. Estava à espera de uma obra com alguns pontos de encontro com o livro 'Jazz Covers' de Joaquim Paulo, mas tirando a qualidade intrínseca à maioria dos lançamentos desta editora, o livro foi uma enorme desilusão. Por Jon Marx ...

Read More
error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt