Quer saber que músicas estimulavam a criatividade de Steve Jobs? Revelamos 10

A música pode ser um ótimo recurso para melhorar a produtividade e a criatividade, de acordo com a ciência. Um exemplo disso é Steve Jobs, cofundador da Apple. Estudos recentes referem que o método de trabalho adotado por Steve Jobs, ajuda as pessoas a manterem-se focadas na realizações das suas tarefas diárias. Esta lista foi conhecida um pouco antes de Steve Jobs morrer, em 2011, segundo o site Death and Texas. Imagine ...

Read More

Para a Far Out Magazine estas são as 10 melhores covers de “Satisfaction”. Concorda?

Björk & PJ Harvey – BRIT Awards [Live] (94) The Shirelles – Spontaneous Combustion [Live] (67) Grateful Dead – Greek Theater Berkeley, CA 5/23/82 [Live] (82) Aretha Franklin – Aretha Arrives (67) Devo – Q: Are We Not Men? A: We Are Devo! (78) José Feliciano – Fireworks (70) Otis Redding – Otis Blue/Otis Redding Sings Soul (65) Cat Power – The Covers Record (00) The Beatles – Let It Be Sessions (69) [Live] Television – Live At ...

Read More

Serão estas as 10 músicas mais tristes de todos os tempos? A Rolling Stone diz que sim

A revista Rolling Stone reuniu as canções mais tristes de todos os tempos. A seleção foi feita através de um questionário respondido pelos leitores. 1 — Tears in Heaven, Eric Clapton 2 — Hurt, Nine Inch Nails 3 — Everybody Hurts, R.E.M. 4 — Cat’s in the Cradle, Harry Chapin 5 — Something in the Way, Nirvana 6 — He Stopped Loving Her Today, George Jones 7 — Black, Pearl Jam 8 — Sam Stone, John Prine 9 ...

Read More

A minha vida num disco: Bruno Sobral aka Tsunamiz

Tsunamiz é Bruno Sobral. Tsunamiz é música sem barreiras, desde o rock e punk alternativos à eletrónica. Podem ficar a conhecer melhor o músico e produtor nesta entrevista. Vamos descobrir qual o disco da sua vida. A minha vida num disco: Bruno Sobral aka Tsunamiz Segundo Nietzsche, a estética não passa de uma fisiologia aplicada, e nesse sentido podemos dizer que a estética dos Nirvana me é apelativa, até porque, no fim ...

Read More

A minha vida num disco: Alex Cortez

Alexandre Cortez é músico, programador cultural e formador. Enquanto músico destacou-se como membro fundador dos Radio Macau. Lançou recentemente A PALAVRA, é uma associação cultural inteiramente dedicada à palavra nas suas múltiplas vertentes, combinações e possibilidades. Esta é a sua escolha. A minha vida num disco: Alex Cortez É impossível resumir uma vida num só disco, aliás, há discos que correspondem a memórias de determinadas fases da vida, que nos marcaram e ...

Read More

Tom Waits revela os seus discos preferidos. O que lhe parece a lista?

"In The Wee Small Hours", Frank Sinatra (1955) "Solo Monk", Thelonious Monk (1964) "Trout Mask Replica", Captain Beefheart (1969) "Exile On Main Street", Rolling Stones (1972) "The Sinking of the Titanic", Gavin Bryars (1975) "The Basement Tapes", Bob Dylan (1975) "Lounge Lizards", Lounge Lizards (1980) "Rum Sodomy and the Lash", The Pogues (1985) "I'm Your Man", Leonard Cohen (1988) "The Specialty Sessions", Little Richard (1989) "Startime", James Brown (1991) "Bohemian-Moravian Bands", Texas-Czech (1993) "The Yellow Shark", Frank Zappa ...

Read More

A minha vida num disco: Daniel Laureano (A Constant Storm)

O guitarrista Daniel Laureano surge com o novo trabalho de A Constant Storm, “Lava Empire”, terceiro episódio depois do EP “Storm Born”, de 2014, “Storm Alive” de 2016 e Live at Greenhouse, de 2017. Podem ficar a conhecer mais sobre o Daniel nesta entrevista. A escolha de hoje é dele. A minha vida num disco: Daniel Laureano O que fazer quando damos por nós mergulhados nas profundezas de um ...

Read More

A minha vida num álbum: o produtor musical, performer e DJ Lázaro Pereira

Sob o nome de Dystopic L, Lázaro Pereira lançou “Symphony of dystopia”, o seu segundo registo discográfico. As 16 músicas que o integram surgem divididas em quatro tempos: Defeat, Domestication, Caos e Rehumanization. Descobrimos tudo nesta entrevista. A escolha de hoje é da sua responsabilidade. A minha vida num álbum: Lázaro Pereira Escolher um de uma vida inteira é sempre injusto. Poderia escolher um de entre muitos álbuns que foram acompanhando ...

Read More

A minha vida num disco: Rui Miguel Abreu

Colecionador de discos, Rui Miguel Abreu escreve sobre música há mais de duas décadas em jornais e revistas especializadas. Diretor do programa da Antena 3 e revista digital, Rimas e Batidas, Rui partilha hoje um dos álbuns da sua vida, «é um deles, sem dúvida, integra o meu top 5», confessou-nos. A minha vida num disco: Rui Miguel Abreu Ao vasculhar aqui nos arquivos em busca de palavras escritas sobre aquele ...

Read More

A minha vida num disco: Eduardo José Almeida aka Dico

Dico gosta de música desde sempre, mas o metal entrou-lhe no sangue lá pelos 11 anos. Com ele cresceu, passando pela bateria de inúmeras bandas e pelo jornalismo musical. Enquanto autor dedicou ao seu género musical preferido muitas e muitas páginas que podem ser lidas em obras como Breve História do Metal Português e Emigrantes, Imigrantes: Experiências de Vida no Universo Metálico Português (1989/2018). Podem ficar a conhecê-lo nesta entrevista. A ...

Read More
error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt