“Era uma Vez em Angola” de Guilherme Valadão

Era_uma_Vez_em_Angola-LookMag_pt00

A história de João Botelho carregada de perigo e aventura, com a história recente de Portugal além-mar como cenário.

Era uma Vez em Angola é o primeiro romance de Guilherme Valadão (nascido em Angola em 1940). Conta a história de um rapaz que foge de casa aos dez anos, escapando a um pai violento. Durante a puberdade e adolescência, João Botelho enfrenta todos os riscos de viver na rua até chegar finalmente ao seu destino. Enfrentando os perigos da selva, seguia o seu sonho de tornar-se homem num ambiente seguro. Uma narrativa herdeira do Mogli de Kipling, que acompanha o crescimento de uma criança em Angola nos anos 50.

Era_uma_Vez_em_Angola-LookMag_pt01

«Ao princípio da madrugada de um dia quente daquele mês de Julho, um rapazito subia, em passada energética, a encosta íngreme de um morro da serra da Kileva, perto da cidade do Lobito, em Angola. Chamava-se João Botelho e tinha dez anos, nesse ano de 1948. Seguindo uma trilha paralela à picada utilizada pelos veículos que saíam da cidade e, direção a outros pontos a norte e a sul do território, parava frequentemente para olhar para trás, escutando se algum ruído, diferente do que ouvia da mata densa que o rodeava, denunciava a aproximação de qualquer veículo ou de alguém no seu encalço».

“Era uma Vez em Angola”
Guilherme Valadão
Bertrand Editora
www.bertrandeditora.pt

Por: Sandra Pinto

You May Also Like

“Bairro Sem Saída” de Fernando Ribeiro

À volta das letras com Cláudia Ganhão sobre “O Teu Minimalismo”

“Tempo de fuga”, de Amadeu Lopes Sabino

Curiosidade: 8 coisas que não sabe sobre James Joyce

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt