Domingos em família no restaurante Pabe

Um dos ditados que mais gostamos de pôr em causa é aquele que afirma que não devemos nunca regressar onde já fomos felizes. Não, não é assim. Podemos regressar onde já fomos felizes e podemos voltar a ser por lá felizes outra vez. Assim aconteceu com o nosso regresso àquele que é para nós um dos melhores restaurantes de Lisboa. Falamos do Pabe.

Texto: Sandra Pinto
Fotos: Luís Pissarro

Vizinho da Praça Marquês de Pombal, tem no número 27 da Rua Duque de Palmela a sua casa há quase cinco décadas. Hoje apresenta-se renovado e cheio de boas iguarias para dar a conhecer a quem o visita.

Uma das mais recentes iniciativas do restaurante são os domingos em família, no âmbito da qual regressámos ao Pabe. As duas salas que compõem o restaurante estavam bem compostas de clientes o que revela esta como uma aposta ganha. O ambiente nestes domingos em família é de facto diferente, pois se durante a semana o Pabe recebe, sobretudo, gente do universo dos negócios e da politica, ao domingo enche-se de crianças e jovens que chegam na companhia dos pais para desfrutar de uma refeição que nos remete para uma gastronomia conforto.

A ideia de fomentar estes domingos em família foi precisamente essa, conseguir juntar em redor da mesa as famílias, como era tradição antigamente em redor das mesas em casa dos avós. A gastronomia servida não podia estar mais de acordo com esse objectivo, pois todo o menu do Pabe foi concebido para agradar aos mais distintos e diferentes palatos, pelo que difícil é sempre escolher. Para ajudar na escolha o Sr. Almiro está sempre presente. Com vinte anos de casa, sabe aconselhar cada escolha, seja na gastronomia, seja no vinho que a acompanha.

Mas antes de nos debruçarmos mais detalhadamente sobre as iguarias culinárias, olhemos em volta para perceber que o Pabe até na decoração é diferente de tudo o que existe na capital portuguesa. Essa desde logo nos remete para outras paragens, ali para terras de Sua Majestade, pois cada peça nos transporta para um dos tradicionais pub’s ingleses. Aliás, Pabe deriva de pub, pois não se podendo antigamente dar nomes estrangeiros foi a maneira que os responsáveis arranjaram de levar a sua escolha a bom porto.

A história tem no Pabe uma forte presença. O restaurante foi cenário para muitos acontecimentos que marcaram a vida contemporânea deste nosso Portugal, como a fundação do à época PPD, e actual PSD. Pois é verdade, foi ali numa mesa instalada num nicho da sala principal, que o partido dos dois Franciscos, Sá Carneiro e Pinto Balsemão, nasceu. Aliás, essa mesma mesa é ainda hoje apelidada de “a mesa do Dr. Balsemão”, uma vez que o fundador do Expresso, jornal que durante muitas décadas foi vizinho do restaurante, ali almoçava praticamente todos os dias. Ainda hoje, já com o jornal instalado noutras paragens, a mesa está sempre reservada até às 13h30 para o seu cliente habitual, que duas ou três vezes por semana faz dela uso.

Perca algum tempo e admire a decoração do restaurante composto por dois espaços de restauração, um para fumadores e outro para quem não sofre desse vicio. Madeiras escuras, alcatifa e tecidos imponentes marcam presença e ditam o fio condutor de um espaço que nos transporta para os tais pubs ingleses ou mesmo para uma sala de caça de uma casa senhorial. Ao fundo, ao correr da sala principal, o bonito bar. Dois pontos desta decoração chamaram a nossa tenção, o lindíssimo relógio de parede e a prateleira colocada por cima da “mesa do Dr. Balsemão” repleta de bonecos que retratam figuras importantes do universo da politica nacional. É de sorriso no rosto que admiramos a colecção de um dos fundadores do restaurante e nela descobrimos em poses engraçadas figuras incontornáveis como Álvaro Cunhal, Mário Soares ou Pedro Santana Lopes.

Olhemos agora com mais atenção para o menu que, cuidado e inspirado nas raízes da gastronomia portuguesa, se apresenta com uma enorme escolha e selecção de iguarias.

Nota-se um cuidado extremo em cada sugestão, só comparável ao que conhecemos do universo da alta cozinha. A apresentação cuidada dá o toque final, pois, como todos sabemos, os olhos também comem. Em redor um ambiente tranquilo mas feliz, pontuado pelo riso das crianças e pelas gargalhadas dos mais velhos.

Das muitas sugestões que viajam entre a terra e o mar, a nossa escolha recaiu nas entradas para a vieiras braseadas, com espargos verdes, cogumelos e bacon, as amêijoas à Bulhão Pato, e o camarão ao alho. Antes fomos brindados com um amouse bouche que naquele domingo ganhou a forma de um delicioso lombo com puré de couve.

Não se acanhe e peça ajuda ao Sr. Almiro para escolher o vinho certo para acompanhar a sua refeição de entre as mais de 500 referências vinícolas constantes da carta do Pabe.

Chegada a hora dos pratos principais, a escolha recaiu sobre o cabrito no forno com batata à padeiro e arroz de miúdos, o polvo à lagareiro e a barriga de leitão com laranja aromatizada. Bem confeccionadas, cada iguaria transporta até nós os sabores mais tradicionais da nossa gastronomia numa conjugação perfeita de texturas e aromas.

Para terminar três sobremesas dignas de nota, pois desde o crème brûlée, passando pelo conventual à Pabe até à mousse de chocolate com caramelo salgado, tudo estava no ponto certo revelando-se a escolha acertada para o culminar de um refeição em família perfeita.

Não podemos terminar este texto sem uma palavra de apreço ao staff do Pabe que, extremamente atencioso e profissional, não deixa de lado a dose certa de simpatia. E sim, como o escrevemos antes, o Pabe continua a ser para nós um dos melhores restaurantes por onde já passámos.



Lombo com puré de couve

Vieiras braseadas, com espargos verdes, cogumelos e bacon

Amêijoas à Bulhão Pato

Camarão ao alho

Polvo à lagareiro

Barriga de leitão com laranja aromatizada

Cabrito no forno com batata à padeiro e arroz de miúdos

Crème brûlée

Conventual à Pabe

Mousse de chocolate com caramelo salgado

Saiba mais sobre o Pabe aqui.

Pabe
Rua Duque de Palmela, 27
Lisboa
Tel. 213535675
Horário: de segunda-feira a domingo das 12h00 às 00h00

You May Also Like

Jantar fora em casa agora sabe a viagens e paraísos selvagens

À conversa com o nutricionista Pedro Carvalho

Bebidas e alimentos que hidratam

Pop Up Aconchego Carioca no Bairro do Avillez

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt