Nova carta do Flores do Bairro

Do chef Bruno Rocha, a nova carta do restaurante Flores do Bairro, do Bairro Alto Hotel, surpreende pela frescura dos ingredientes e pelo arrojo das combinações.

Meia desfeita do fiel amigo e O requeijão de ovelha desfez-se pelo escabeche de pimentos
Meia desfeita do fiel amigo e O requeijão de ovelha desfez-se pelo escabeche de pimentos

Tártaro de tomate e orégãos
Tártaro de tomate e orégãos

O chef olhou para Portugal, de norte a sul deste país à beira mar plantado, e escolheu os seus produtos de eleição, os quais vieram a servir de base à carta agora apresentada. Com “os pés em Portugal e a cabeça no mundo” assim se apresentam as novas propostas gastronómicas, todas verdadeira homenagem a uma Lisboa melting pot de culturas e de espirito cosmopolita.

«Alicerçada num tripé, com Portugal na liderança, a técnica francesa e o rigor asiático, a cozinha do Flores do Bairro mostra-se a Lisboa com arte, empenho e generosidade», Bruno Rocha

Pregado e pata negra, molho da fragateira
Pregado e pata negra, molho da fragateira

Lombo de Vitela assado “sem demoras”, esparregado de acelgas e Touriga Nacional
Lombo de Vitela assado “sem demoras”, esparregado de acelgas e Touriga Nacional

Se há algo no Flores do Bairro que nos encanta é a sua aposta nos petiscos para partilhar, algo que, muito nos alegra, é para continuar. Assim da nova carta fazem parte alguns pratos emblemáticos da capital, como a Meia desfeita de bacalhau com grão-de-bico negro, prato típico da Mouraria bastante estimado por grandes escritores como Eça de Queirós e Ramalho Ortigão, Os peixinhos da horta”, e A Ameijola veste-se de bulhão pato”.

«Pretende-se contar a nossa história à mesa de uma forma lúdica, interativa, desafiante e até mesmo provocante», Bruno Rocha

Creme de arroz doce e citrinos, gelado de bolacha Maria
Creme de arroz doce e citrinos, gelado de bolacha Maria

Telha de sésamo e papoila, trufas de ginja de Óbidos
Telha de sésamo e papoila, trufas de ginja de Óbidos

«A sobremesa O chocolate e o azeite numa tablete surge com uma apresentação bastante lúdica e divertida, remetendo para os tempos de escola onde o momento mais aguardado era abrir a lancheira, ver a sandwich e optar pela tablete de chocolate», Bruno Rocha

Recuemos no tempo…

A ideia é essa mesma: ir lá atrás guiados por um prato ou um simples ingrediente. Algumas propostas transmitem na essência algumas das suas histórias e experiências de vida. Vejamos o Atum metido numa cebolada e batata-doce” conta a história das dificuldades em conseguir sempre o melhor exemplar e a minha ligação fraternal ao Algarve, ou o Lombo de Vitela assado “sem demoras”, esparregado de acelgas e Touriga Nacional que representa a ligação familiar com a região de Viseu e as memórias das incríveis férias de verão, como refere o chef. Nas sobremesas de destacar o Creme de arroz doce e citrinos, gelado de bolacha Maria e o Toucinho vindo do céu, com café e migas de amêndoa.

Flores do Bairro
Bairro Alto Hotel
Horário: 13h00 às 15h00 e das 19h30 às 23h00
Preço médio por pessoa: 32 euros
Necessário reserva.
Contactos: 213 408 288 ou [email protected]
Disponível estacionamento e serviço de valet parking gratuito, ao almoço e jantar.
Mais informações em www.bairroaltohotel.com

Texto e fotos: Sandra Pinto

You May Also Like

Erva um restaurante que mais parece um jardim

Pão à Mesa Com Certeza uma certa Portugalidade

Brunch no Clube Lisboeta

Pequeno almoço libanês no Muito Bey

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt