Flores do Bairro no Bairro Alto Hotel

Dificilmente o que é já perfeito melhora…mas, será sempre assim? Parece-nos que não, pelo menos quando falamos de um dos mais trendy hotéis da capital nacional e, aqui confessamos, um dos nossos preferidos.

Fechado ao público durante alguns meses, o Bairro Alto Hotel fez um facelift surgindo agora ainda mais bonito e confortável. Prontinho para receber a recém chegada primavera e o tão desejado verão…

Um dos espaços da unidade que surge agora renovado, de look, alma e conceito, é o seu restaurante, que de Flores passou a Flores do Bairro. Mantém-se no piso térreo do hotel, bem perto da agitação urbana que se presente através das vidraças das janelas viradas para a fronteiriça Praça Luís de Camões.

Lá dentro o espaço surge amplo e extremamente confortável. A decoração a isso mesmo ajuda, pois, baseada em cores suaves e em mobiliário de linhas leves, oferece a visão de um espaço mais amplo. Conjugação perfeita entre cores e materiais, é uma decoração ao mesmo tempo irreverente e tradicional, que combinada com a iluminação certa proporciona aos visitantes um ambiente acolhedor, tranquilo e intimista.

De entre as peças de mobiliário a atenção recai sobre aquela onde repousa um presunto que cortado na hora nos trás à memória os restaurantes mais tradicionais. A mesma lembrança é trazida pela loiça que inspirada nas peças de Rafel Bordalo Pinheiro nos coloca um sorriso no rosto.

Se há algo que nos agrada é a qualidade e, acima de tudo, a simpatia com que nos recebem. No Flores do Bairro, apesar da mudança de visual, somos recebidos como sempre, de sorriso no rosto e gentiliza nos atos. Uma atenção nos detalhes que nos agrada, pois sabe bem ser recebido assim.

Já sentados à mesa rapidamente percebemos que além da decoração, também na carta algo mudou, mantém-se a qualidade, alterou-se a abordagem. Ou seja, esqueça os tradicionais entrada, prato e sobremesa, ou melhor, também poderá fazer uma refeição assim, mas o nosso conselho é que arrisque e parta à descoberta das iguarias através da partilha, picando várias das sugestões.
Começámos por saborear o presunto, que, tal como escrevemos em cima, é cortado na hora de forma a manter o sabor, e que sabor! Para partilhar optámos por três iguarias: croquetes de pato com chutney de manga verde, mexilhões de cebolada com chili e citronela e corridinho de ovos mexidos com croutons e lascas de presunto. Em cada um presente-se o cuidado na combinação de sabores e texturas de forma a manter o sabor tradicional, mas com um natural toque de contemporaneidade. Perfeito!

De seguida optámos por um prato de peixe, recaindo a escolha sobre o bacalhau assado em crosta de broa, alho e coentros com batatas e grelos salteados, harmonia entre sabores que resulta num prato à partida ganhador das preferências de grande parte dos visitantes.

Havendo a possibilidade de optar pela carne, quando descobrimos que na carta constava um dos nossos pratos preferidos não hesitámos e rapidamente mandámos vir para a mesa um risotto de cogumelos da época com queijo de Niza. Mais uma vez a combinação de sabores e aromas surpreendeu, resultando numa iguaria única e extremamente bem conseguida.

A terminar um crumble de maçã com passas, nozes e gelado de baunilha, para a boca mais gulosa, e uma seleção de gelados, para aquela que depois desta fabulosa refeição ainda assume algumas preocupações com a linha…

Restaurante Flores do Bairro
Bairro Alto Hotel
Horário: das 13h00 às 15h00 e das 19h30 às 23h00 (cozinha fecha às 23h00)
Preço médio por pessoa: 26,50 euros
Capacidade: 40 pessoas
Reservas pelo tel. 213 408 288
www.bairroaltohotel.com
Texto: Sandra Pinto
Fotos: Luís Pissarro

You May Also Like

Mão Morta no LAV não há frio que nos derrube

Jamie Oliver’s Pizzeria o novo spot em Lisboa

Foi à Comic Con Portugal 2019? Descubra se faz parte das nossas galerias de fotos

Arcádia abriu no Chiado e com ela trouxe desde chocolates a tabletes

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt