ModaLisboa Curiouser Dia I

ModaLisboa_Curiouser1-LookMag_pt00

A curiosidade é o coração da moda e foi ela o mote para a 44.ª edição da ModaLisboa. O maior evento dedicado à moda nacional decorreu no Páteo da Galé de 13 a 15 de março e voltou a surpreender.

Inês Duvale > Cristina Real > Banda > Duarte > David Catalán

A ModaLisboa Curiouser começou com as coleções dos jovens designers da plataforma Sangue Novo, cujo talento surpreendeu o público com a apresentação das criações Inês Duvale, Cristina Real, Banda, Duarte e David Catalán.

Patrick de Pádua > M HKA > Patrícia da Costa > Tânia Fonseca > Rúben Damásio

Seguiram-se as apresentações de Patrick de Pádua, M HKA, Patrícia da Costa, Tânia Fonseca, Rúben Damásio. Após algumas palavras de Eduarda Abbondanza foi anunciado que o designer escolhido para participar em junho no festival de moda holandês FashionClash, foi Patrick de Pádua.

Ricardo Andrez

O designer Ricardo Andrez apresentou uma coleção futurista cujo destaque recaiu sobre os coordenados sportswear e os acessórios XL. Nas cores a escolha foi para o amarelo, azul, cinzento, preto e branco, apresentadas em sobreposições de tecidos que apresentavam por vezes cortes direitos, como nos coletes e calções, ou formas mais arredondadas, no caso dos casacos e das saias.

Olga Noronha

Foi nos Paços do Concelho, na Praça do Município, que Olga Noronha apresentou a coleção “Fluxos: SCV” e que surge como segunda pele. Através de uma apresentação metafórica e performativa do deslocamento da pele e dissecção de estruturas como músculos e tendões é permitida uma abordagem a esta rede de vasos, desvendando assim artérias, veias e capilares.
Já Catarina Oliveira apresentou uma coleção apelidada de “Balance”. Assente na disputa entre emoção e razão. “Balance” explora este conflito interno e a forma como o mesmo molda o comportamento e o impacto que tem nos seres humanos.

Dino Alves

Numa passerelle rodeada por uma assistência totalmente vestida de preto, Dino Alves apresentou a coleção «Salvé a Cor». Para criar esta coleção o designer inspirou-se «na imagem de um povo vestido de negro», cor «imposta pela resignação, pelo julgamento popular e sobretudo pela moral católica, algumas vezes hipócrita». Se no início do desfile todos os manequins estavam vestidos de preto, calças, calções, saias, vestidos, camisas, t-shirts , casacos, botas, sapatos e chapéus, outras cores foram surgindo como rosa, azul, amarelo, verde, lilás e beringela.
https://lookmag.pt/blog/modalisboa-curiouser-dia-ii-2/
https://lookmag.pt/blog/modalisboa-curiouser-dia-iii/

https://lookmag.pt/blog/modalisboa-curiouser/
https://lookmag.pt/blog/modalisboa-curiouser-apresenta-workstation/
https://lookmag.pt/blog/gentlemans-journal-na-modalisboa-curiouser/
https://lookmag.pt/blog/modalisboa-curiouser-apresenta-fast-talks/

Texto: Sandra Pinto
Fotos: Joaquim Machado

You May Also Like

Sport Zone reabre a loja do Centro Comercial Vasco da Gama com novo conceito

MANGO cria coleção solidária com Fundação Fero

MUJI apresenta um mundo de novidades para o Outono

A coleção Snoopy X Tezenis chegou para animar os dias mais frios

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt