Quinta do Crasto Vinha da Ponte 2016

Com apenas 1.96 hectares, a emblemática Vinha da Ponte, uma das vinhas centenárias da Quinta do Crasto (mais de 100 anos), é um raro exemplar do terroir de excelência do Douro. A exposição solar privilegiada com orientação sudeste, o solo de xisto de elevada “pedregosidade”, a diversidade de castas plantadas e o baixíssimo rendimento por planta conferem à Vinha da Ponte características únicas para a produção de vinhos com grande estrutura e complexidade.

As uvas desta vinha, que deve o seu nome a uma antiga ponte romana que se mantém preservada na propriedade e lhe está contígua, destinam-se, habitualmente, à produção do clássico Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas. No entanto, em anos em que a colheita se revela de qualidade excecional, a equipa de enologia reserva estas uvas para a produção de um vinho que expressa, em exclusivo, todo o carisma e potencial desta vinha.

É assim que nasce o Quinta do Crasto Vinha da Ponte, um “monovinha” feito pela primeira vez em 1998. Desde então, foram apenas lançadas nove edições (1998, 2000, 2003, 2004, 2007, 2010, 2012, 2014 e 2015), às quais se junta o Quinta do Crasto Vinha da Ponte 2016, ano clássico para o Douro. À responsabilidade de superar a linhagem de luxo que a antecede, a colheita de 2016 respondeu com a pontuação mais alta de sempre (para o Vinha da Ponte) na escala de Robert Parker, com 96 pontos (0-100). Entre a crítica nacional, conquistou uns expressivos 19,5 pontos (0-20).

Na base deste vinho está um estágio em barricas de carvalho novas, onde permaneceu cerca de 20 meses, sendo que o lote final é proveniente da melhor seleção de barricas. O resultado é um vinho marcado pela cor violeta carregada e pelos elegantes aromas a frutos silvestres, bem integrados com frescas notas de especiaria e suaves nuances de cacau.

Na boca revela-se equilibrado, evoluindo para um vinho de grande volume e estrutura sólida, onde se podem encontrar taninos de textura aveludada. Harmonioso, fresco e muito persistente, este é um vinho de terroir que exprime a complexidade e profundidade da Vinha da Ponte.

You May Also Like

Vamos falar de chocolate com Pedro Araújo, Mestre de Chocolate da Vinte Vinte

“Uma Vida no Nosso Planeta”, de David Attenborough

“Uma terra prometida”, de Barack Obama

Bushmills desafia a saborear o seu tempo

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt