"O Regresso de D. Sebastião", de Abdul Rahman Azzam

“O Regresso de D. Sebastião”, de Abdul Rahman Azzam

Dado como morto na Batalha de Alcácer-Quibir, o corpo do jovem rei nunca foi encontrado. Vinte anos depois, surgiu, em Veneza, um estranho que afirmava ser D. Sebastião. Um charlatão, julgaram-no, mas os sinais distintos que trazia no corpo e o facto de saber tantos pormenores da vida do rei desaparecido levantaram algumas dúvidas. Esta é a premissa na origem do livro O Regresso de D. Sebastião, da autoria do historiador Abdul Rahman Azzam.

Outrora rico e abençoado por Deus, Portugal estava em declínio quando D. Sebastião nasceu. Nele recaíram as esperanças do povo e desde logo ganhou o seu cognome: O Desejado. Contudo, a sua convicção religiosa e militar levou-o a lutar em Marrocos, de onde nunca regressou. Embora tenha sido enterrado não uma nem duas, mas quatro vezes, o mito perdura até aos dias de hoje. Poetas e cantores dedicaram-lhe as suas palavras e os portugueses ansiaram pelo seu regresso, num cerrado nevoeiro.

Inspirado pelos mitos e lendas sobre D. Sebastião, Abdul Rahman Azzam leva-nos até Veneza onde, em 1598, um estranho abalou um reino e acordou o povo português, dominado pelos espanhóis desde o desaparecimento do seu rei. Seria ele D. Sebastião? Seria mais um impostor?

O Regresso de D. Sebastião
Abdul Rahman Azzam
Editorial Presença

You May Also Like

Testado e Aprovado: as novas fórmulas dos cremes de dia Skinerie

Testado & Aprovado: Waunt, a linha híbrida da Oriflame

Testado & Aprovado: Popolo, onde a arte urbana convive (e bem) com pizzas e hambúrgueres (e não só)

Testado & Aprovado: DreamFly Indoor Skydiving, pura adrenalina

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt