“O Caso Mental Português” de Fernando Pessoa

O Caso Mental Português é o título de um ensaio, publicado em 1932, que analisa o fenómeno do provincianismo como uma peculiaridade da mentalidade portuguesa. Mas o «caso» dos portugueses vai surgindo nas reflexões de Fernando Pessoa ao longo da sua vida de escritor.

Este livro — com edição de Fernando Cabral Martins e Richard Zenith — reúne textos de Pessoa, dois dos quais inéditos, que se debruçam sobre variados aspetos do carácter português: o provincianismo, a falta de cultura enraizada, o excesso de imaginação, a incapacidade de iniciativa e a ausência de civismo, mas também o cosmopolitismo, a adaptabilidade instintiva. O todo constitui um acutilante e decerto discutível retrato da personalidade nacional nos tempos de Pessoa, talvez válido ainda nos dias de hoje.

«Se, por inabilidade minha, não traí o meu pensamento, o leitor terá já formado, sem dúvida, uma ideia bastante clara da espécie de homem que o português é. Individualista por emoção e não pela vontade; doce, por ser mais emotivo do que apaixonado (como é o espanhol); indisciplinado perante as regras, disciplinado perante os chefes — e ei-lo, tal como é necessário conhecê-lo para o compreender politicamente», Fernando Pessoa

“O Caso Mental Português”
Fernando Pessoa
Assírio & Alvim

You May Also Like

À conversa com o artista urbano Miguel Mazeda aka Guel Do It

“Amália nas Suas Palavras” de Manuel da Fonseca

“Os Pássaros e Outros Contos Macabros”, de Daphne du Maurier

Quinta do Crasto Vinha da Ponte 2016

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt