Alopecia e autoestima – um problema com solução

O conceito de beleza tem evoluído e mudado frequentemente ao longo da história da humanidade, mas há um ponto que se manteve constante: a presença de uma cabeleira densa e forte sempre foi associada a beleza e juventude, em homens e mulheres ao longo dos tempos.

O cabelo desempenha um papel determinante na imagem e no bem estar psicológico do indivíduo, são vários os estudos científicos que confirmam este facto. Os estudos publicados concluem unanimemente, que a perda de cabelo é uma experiência causadora de ansiedade, em ambos os sexos, mas substancialmente mais angustiante para as mulheres.

A forma mais comum de alopecia que afecta a grande maioria de homens e mulheres é a alopecia Androgenética mais conhecida como calvície, representando esta cerca de 95% de todas as outras formas de Alopecia conhecidas.

Viver com alopecia androgenética pode ser difícil numa sociedade em que o cabelo é visto como sinal de juventude e saúde. No entanto, muitos médicos desvalorizam a perda de cabelo, recusando-se a considerá-la como um problema médico e gerador de grande sofrimento psicológico.
Há também um desconhecimento generalizado das técnicas mais recentes de tratamento da alopecia androgenética – nos últimos anos assistimos a uma grande evolução dos tratamentos disponíveis para travar a queda de cabelo, bem como das técnicas de transplante capilar.

Na DHI, recebemos em consulta alguns pacientes muito perturbados com a queda de cabelo, referindo que este facto afeta todas as áreas da sua vida, sentindo-se menos confiantes nas relações sociais e amorosas e na atividade profissional, nomeadamente quando esta envolve contacto com o público. Nos casos mais graves, sobretudo em mulheres ou em homens muito jovens, pode estar associado a isolamento social e depressão.

É importante que quem se sente afetado pela perda de cabelo procure tratamento. Infelizmente há ainda muitos problemas médicos e estéticos que afetam a autoestima do paciente para os quais não temos resposta, mas a perda de cabelo não é um deles. Atualmente, são já poucos os casos em que não dispomos de uma solução satisfatória para este problema. Com efeito, o transplante capilar, quando realizado por equipa médica experiente e com recurso a técnicas avançadas, representa uma solução simples e muito eficaz para o problema da baixa autoestima motivada pela queda de cabelo. Na DHI Portugal, com uma técnica minimamente invasiva conseguem-se resultados 100% naturais e eficazes.

Artigo de opinião de Isabel Soares, Diretora Clínica da DHI Portugal

You May Also Like

Testámos o novo Bio-Oil Gel e aqui partilhamos o resultado

Rita Pereira e Lourenço Ortigão marcam presença com a Oriflame no NOS Alive. Veja o vídeo

Experimentámos SKINGAIN e o resultado foi este.

Afinal o que é a meditação? Por Maria João Viana

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt