"três-vezes-dez-elevado-a-oito-metros-por-segundo", de Noiserv

“três-vezes-dez-elevado-a-oito-metros-por-segundo”, de Noiserv

Segundo a Teoria da Relatividade de Albert Einstein, a velocidade da luz é a maior velocidade possível e é uma constante universal independente do movimento relativo entre a sua fonte e o observador. A velocidade de propagação da luz no vazio é de 299.792.458m/s, ou por extenso, “três-vezes-dez-elevado-a-oito-metros-por-segundo”.

É este o nome do primeiro livro do músico David Santos, mais conhecido pelo nome Noiserv.

Depois de um ano cheio de concertos de apresentação do seu mais recente disco “Uma Palavra Começada por N”, Noiserv surpreende neste final de ano com a sua primeira edição literária.

À semelhança do que já nos habituou na sua música, o livro transporta o leitor para um mundo de sonho sem nunca descurar uma visão sobre o mundo.

“três-vezes-dez-elevado-a-oito-metros-por-segundo” é uma história que se foca nos pormenores dos pormenores. Numa escrita meticulosa e metafórica, o autor reflete sobre a velocidade a que nos vemos e sobre a inevitabilidade de poucas vezes nos encontrarmos.

A edição física, publicada a 23 de novembro, foi idealizada em colaboração com o Estaminé Studio e guia a leitor numa experiência visual e criativa.

Apresentação
23 de novembro
Teatro Maria Matos, Lisboa
19H00
A entrada é livre, sujeita a lotação da sala

You May Also Like

Teresa Fabião luta contra o HIV através da arte

Teresa Fabião luta contra o HIV através da arte

À conversa com Julita Santos sobre The Great Lisbon Club 2021

À conversa com Julita Santos sobre The Great Lisbon Club 2021

Farra Fanfarra celebram 15 anos com novo espetáculo e disco Puzzle

Farra Fanfarra celebram 15 anos com novo espetáculo e disco Puzzle

Sons da Mongólia no Museu do Oriente

Sons da Mongólia no Museu do Oriente

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt