SOS cabelos secos!

O verão não é fácil para os cabelos secos, pintados ou sensibilizados por colorações, ondulações e alisamentos, porque o sol e o calor agravam a tendência para a desidratação. E um cabelo desidratado fica rapidamente baço, áspero e quebradiço.

Impõe-se um reforço dos cuidados hidratantes e de proteção a todo o comprimento dos fios e principalmente nas pontas, onde o desgaste é maior. Os produtos do dia a dia são os mais importantes; vale a pena escolher cuidadosamente o duo champô + condicionador, conforme o tipo de cabelo.

Cada pessoa tem o seu próprio programa de beleza com pequenos truques e segredos que fazem a diferença. Partilho aqui os meus, e alguns produtos da minha lista de favoritos.

1. Cuidados básicos
É na lavagem que começa o tratamento. Um bom champô faz toda a diferença; nota-se logo no brilho, na leveza, na facilidade em pentear (e para mim quem diz champô, diz condicionador, nem ponho a hipótese de lavar o cabelo sem usar os dois produtos).
Para o dia-a-dia, gosto de fórmulas simples e suaves. Dentro do género, descobri recentemente um pequeno tesouro no supermercado: a gama Cabelos Pintados Le Petit Marseillais. Tem os básicos indispensáveis, deixa o cabelo ótimo e a relação preço/qualidade é imbatível.
Champô: 3,49 euros; Condicionador: 3,49 euros; Máscara: 6,99 euros.

2. O poder dos óleos
Os óleos naturais são os melhores amigos dos cabelos secos: coco, monoi, karité ou azeite, que a receita tradicional recomenda aquecer ligeiramente e aplicar como uma máscara.
Não vivo sem eles, mas prefiro as versões modernas, «de marca», que são mais práticas e agradáveis. O meu eleito é o Óleo de Beleza Nutrição Intensa Karité, de René Furterer (28,82 euros), com manteiga de karité proveniente de um programa de comércio ético no Burkina Faso. Aplica-se no cabelo seco, deixar-se atuar dez minutos e depois lava-se normalmente, com champô. O cabelo fica solto, leve e sedoso. Quando o uso, não preciso de fazer brushing, o que é um autêntico milagre.

3. Proteção solar
Não dispenso, porque além de desidratar e sensibilizar o cabelo, o sol altera a cor e no caso dos cabelos pintados nunca é para melhor. O chapéu é um bom amigo, mas na praia reforço a proteção com um produto que serve, ao mesmo tempo, para alisar o cabelo e desembaraçar entre mergulhos no mar.
Este ano, vou usar o Spray Protetor Solar Sublime Série Expert de L’Oréal Professionnel (18,50 euros), que é invisível e nada oleoso, tem filtro de proteção solar e também protege o cabelo do sal e do cloro.

4. Um bom secador
É o segredo do brushing perfeito, sem estragar o cabelo. Vale a pena investir num secador de boa qualidade e alta potência, porque um jato de ar forte seca o cabelo rapidamente, sem lhe dar tempo de ganhar ondulação natural ou de frisar com a humidade. Gosto do modelo Keratin Therapy da Remington (49,99 euros), que além de ser uma boa máquina, tem um efeito extra de tratamento: o revestimento cerâmico da grelha contém micro-condicionadores de queratina, que passam para o cabelo durante a utilização e compensam o efeito desidratante do ar quente.

5. Uma intervenção profissional
A queratina é o ingrediente-chave dos novos tratamentos reparadores para cabelos sensibilizados, que se distinguem dos tratamentos hidratantes e nutritivos tradicionais porque reconstituem efetivamente a estrutura dos fios danificados.
Fiz o Tratamento Keratin Therapy Global de Jean Louis David (34 euros), e recomendo. É um ritual em quatro etapas, rematado com um brushing feito com a placa a vapor Steampod Rowenta Salon (o brushing é opcional, mas, na minha opinião, indispensável para otimizar o resultado, porque o calor fixa a queratina no cabelo). A transformação foi imediata, evidente e durou bastante tempo.

6. Escudo antipontas espigadas
As pontas são a zona mais frágil do cabelo seco e sensibilizado. Convém protegê-las, porque se não estão bem, os estragos vão pelos fios acima, rapidamente.
Não sou grande fã de produtos que não se passam por água, principalmente séruns com silicone, porque não gosto de «sentir» nada no cabelo. Prefiro o Sérum Reparador Anti-Pontas Duplas Melu, da Davines (22,50 euros). É um reparador com queratina e óleo de cereja, leve e fluido, que deixa o cabelo solto e fácil de pentear, sem resíduos.

7. Um bom corte
Fundamental, antes das férias de verão, para fortalecer o cabelo, e depois, para eliminar as inevitáveis pontas secas e atualizar o penteado para o outono. O meu poiso habitual é o Atelier de Coiffure Samuel Rocher (Largo do Chiado, nº 15, 1º andar, em Lisboa) que só trabalha com produtos Davines.
http://www.lisboa.samuelrocher.com

Texto: Vera Saldanha

You May Also Like

ModaLisboa COLLECTIVE apresenta Sangue Novo

Tailor by Maria do Mar para vestir os mais novos. Descubra no vídeo

ModaLisboa COLLECTIVE em Lisboa no mês de Outubro

MO estabelece parcerias com a Adidas e a Reebok

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt