Setembro: adeus verão; olá outono!

Passadas algumas semanas sobre o fim das férias, e mesmo com o sol ainda a brilhar nas nossas praias maravilhosas, rendo-me à evidência: o verão está a dar as últimas e isso vê-se bem nas minhas pernas secas e baças, nos meus cabelos que mais parecem um molho de palha com as pontas queimadas, nas olheiras que já nem me lembrava que tinha, por estarem há tanto tempo escondidas pelo bronzeado – o melhor corretor, o melhor embelezador, o melhor rejuvenescedor do corpo e da mente que se conhece. Mas chega sempre o dia em que a pele e os cabelos, saturados de sol e de sal, gritam por misericórdia e por tratamentos hidratantes intensivos.

Esse dia, diz-me o espelho, é hoje.

Vou entrar em modo mudança de estação… mas devagarinho. Que eu sou uma criatura do verão e isto custa-me. Já sei que neste inverno vão usar-se sombras de olhos em cores de folhas secas e também douradas e prateadas, batom cor de ameixa e de vinho tinto, e muito eyeliner. Voltarei a falar aqui destas tendências mas, para já, ainda não apetecem nem combinam com a pele bronzeada. Partilho convosco os cuidados de beleza essenciais.

O primeiro é revitalizar a pele. Quem não desleixou, nem um bocadinho, a sua rotina de higiene e tratamento durante as férias, que atire a primeira pedra… o meu truque na manga é acrescentar aos cuidados de limpeza um exfoliante (um para o corpo e outro para a cara). Adoro. A pele fica logo fresca e lisa, pronta para absorver bem os restantes tratamentos. A seguir, uma máscara hidratante facial. O meu outro produto indispensável é o creme de noite, essencial para acordar com boa cara todos os dias.

Para o corpo, tenho uma palavra mágica: óleos. Não há nada mais hidratante, mais confortável ou que deixe a pele mais sedosa do que um óleo de beleza. Quem tiver medo de ficar com a pele gordurosa pode aplicar durante ou mesmo antes do duche, para poder enxaguar o excesso. Fica sempre uma camada protetora, impercetível.

Quanto ao cabelo, só há um remédio santo: cortar. Fora com as pontas espigadas e descoloradas! Fica logo com um ar cuidado e mais atual. Um tratamento reparador, no cabeleireiro, trata profundamente e prepara terreno para pintar sem desidratar. Em casa, muito condicionador e máscaras hidratantes, porque só um cabelo tratado e saudável pode aderir à moda deste outono: comprido, liso e super brilhante.

A maquilhagem quer-se leve. Os últimos vestígios do bronzeado não combinam com cores escuras nem com looks elaborados. Sugiro uma base fina e leve ou, melhor ainda, um creme de dia com cor para aperfeiçoar o tom da pele, e um pó bronzeador, não muito escuro, em vez de blush. Nesta época, prefiro pós com brilho, que deixam a pele luminosa. Os opacos fazem-na parecer seca.

Um batom neutro, também brilhante, chama a atenção para o sorriso, que acaba por ser o melhor acessório de beleza em todas as estações.

Texto: Vera Saldanha
Artigo disponível (sem necessidade de Adobe Flash Player) em: http://look-mag.com/2012/09/11/setembro-adeus-verao-ola-outono/

You May Also Like

Fizemos um workshop de maquilhagem Fun Fashion e adorámos

ModaLisboa Mais divulga calendário de desfiles

ModaLisboa Mais escolhe os 10 designers da primeira fase do concurso Sangue Novo

Guerlain celebra 10 anos de Abeille Royale com dois lançamentos

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt