Playlist anti-Natal by Urban Blues

01anti-Natal-Urban Blues-lookmag_pt

Está aberta a época de Natal quando o primeiro “Jingle Bells” do ano nos entra pelos ouvidos enquanto fazemos as compras do mês. Mesmo antes desse dia festivo tão português que é o Halloween, já as grandes superfícies nos empurravam os Ferrero Rocher pelos olhos adentro – e nada tão natalício quanto os bombons do Ambrósio.

As Leopoldinas e as Popotas já por aí andam há muito. Consigo trouxeram os inevitáveis cânticos de Natal que já dominam murais de Facebook e todos os espaços do El Corte Inglés. Nem mesmo algumas rádios respeitáveis conseguem resistir à Mariah Carey. Por isso mesmo aqui fica uma playlist para combater os irritantes sinos e “ho ho ho”, as homenagens à rena constipada e a todos esses ícones que saem do sótão no final do ano, para nos atormentar durante três meses.

02anti-Natal-Urban Blues-lookmag_pt

Aprendamos com os Blink-182, que preferem passar a Consoada fora de casa e o anunciam ao mundo com este revolucionário “I Won’t Be Home For Christmas”. Foram contagiados, certamente, pelo espírito dos Ramones, que substituíram o vermelho da época pelo preto-punk em “Merry Christmas (I Don’t Want to Fight Tonight)”. Já os Sex Pistols preferem passar as férias longe da tradicional neve, em “Holidays In The Sun” – e há não português que não sonhe com um nevão aqui mesmo em Lisboa a amontoar-se à porta do seu prédio de sete andares na noite de Natal.

03anti-Natal-Urban Blues-lookmag_pt

Rapazes habituados ao bom tempo são os Beach Boys, que um dia chocaram os fervorosos adeptos desta quadra, que envergam um chapéu de Pai Natal com tranças brancas toda a noite, com “Little Saint Nick”. E por falar em lugares originais para juntar a família à volta da mesa de Natal, os Flaming Lips sugerem o jardim zoológico. “Christmas At The Zoo” poderia, contudo, ter um final trágico se alguém se lembrasse de substituir o peru por outro bicho que estivesse mais à mão.

04anti-Natal-Urban Blues-lookmag_pt

Levando o tópico mais a sério – e porque existem algumas (ênfase na quantidade) músicas de Natal que até são toleráveis –, a lista não ficaria completa sem “Baby, It’s Cold Outside”, aqui numa versão interessante de She & Him. Sufjan Stevens mantém-nos no universo indie, de onde também se retiram algumas pérolas natalícias, para surpresa de muitos. Dos seus álbuns dedicados à festa mais vermelha que as celebrações dos adeptos do Benfica, escolhemos este “That Was The Worst Christmas Ever!”. The Knife não entram para trinchar o peru, mas para contar a história de “Reindeer”.

05anti-Natal-Urban Blues-lookmag_pt

Miles Davis preenche a lacuna: não há Natal sem uma colectânea de vozes clássicas. Elvis Presley, Frank Sinatra, Ella Fitzgerald, Nat King Cole… Se fôssemos investigar, veríamos que todos devem ter interpretado este “Blue Christmas”.
Oiçam ainda o que têm a dizer sobre o Natal, Tom Waits, Frankie Valli, The Magnetic Fields e ainda The Sonics. E boas festas, vá.

O Urban Blues recomenda:
Para celebrar um mestre: “You’ve Got to Hide Your Love Away” numa cover de Sérgio Godinho
Para gostar ainda mais das Haim: “Oh Well”, Fleetwood Mac
Para acordar para os dias frios de sol: “Let the Day Begin”, Black Rebel Motorcycle Club
Para ressacar do Vodafone Mexefest: “Where Dreams Go To Die”, John Grant
Para sonhar com o possível regresso em 2014: “My Friends”, Silence 4
Para aquecer os ânimos antes da Passagem de Ano (sugestão de Barney Stinson): “You Give Love a Bad Name”, Bon Jovi

Texto: Filipa Moreno

You May Also Like

Nick Cave anuncia dois concertos em Portugal

Esta é a música que Thom Yorke ouve em casa. O que acha?

PJ Harvey divulgou nova playlist no Spotify. Conheça-a aqui

SXSW anunciou a primeira rodada de artistas para a edição 2020

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt