Philippe Starck, A realidade do sonho

Génio, guru, visionário, são expressões usadas para adjectivar Philippe Starck, figura suprema do New Design Style. O seu nome transporta-nos para um universo onde a beleza e a utilidade se harmonizam para dar corpo e alma a objectos verdadeiramente únicos, quase obras de arte. Adjectivações à parte, a verdade é que este arquitecto, filho de um engenheiro aeronáutico nascido em Paris, em 1949, marcou de forma inegável a evolução do design nas últimas décadas. “Tenho tentado, nos últimos 20 anos, criar coisas que melhorem a qualidade de vida da minha tribo”, afirmou Philippe Starck. Mas, se a sua imagem de marca está, irremediavelmente, ligada a um espremedor de limões, a realidade é que Starck é, sobretudo, símbolo de arrojo e inovação, mas também de paixão, veja-se a linha Louis Ghost, uma cadeira barroca Luís XV de policarbonato injectado. Desde cedo que as suas criações foram notadas, primeiro como director de arte da Pierre Cardin e depois como designer independente, que, com o passar dos anos, alargou o seu campo de intervenção até áreas tão diversas como a decoração de interiores, a moda, a relojoaria e as telecomunicações. Para Starck nada é impossível ou improvável, como poucos ele entende as tendências sem deixar de prestar atenção às necessidades e às expectativas dos consumidores. Sobre os designers, defende que se encontra integrado naqueles “que tentam merecer existir e que se envergonham de ter esse trabalho inútil, mas que tentam fazê-lo de outra forma, não fazer o objecto pelo objecto, mas pelo resultado, para o benefício do ser humano, da pessoa que o usará”. Na opinião de Starck, a arquitectura e o design exercem real influência na vida das pessoas, possibilitando-lhes uma melhor existência, pelo que a criatividade com que imagina um candelabro de cristal, um telemóvel última geração ou uma cadeira é a mesma com que dá corpo, por exemplo, a uma escova de dentes! Segundo as suas palavras, “temos que substituir a beleza, que é um conceito cultural, pela qualidade, que é um conceito humanístico”.
www.starck.com

Pode também visualizar o artigo (sem necessidade de Adobe Flash Player) em: http://look-mag.com/2011/11/24/philippe-starck-a-realidade-do-sonho/

You May Also Like

PPG Dyrup adora surpreender e voltou a conseguir com Chromatic. Saiba como no vídeo.

Dias do Jardim regressam à LEROY MERLIN

Arte em papel no Museu do Oriente

Tom Dixon e IKEA apresentam DELAKTIG

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt