Edição na Dois Mundos, de Homenagem à Catalunha e O Caminho para Wigan Pier, referências na intervenção política e social de George Orwell.

Homenagem à Catalunha e O Caminho para Wigan Pier, de George Orwell

Pioneira na publicação de Homenagem à Catalunha nos anos 70, a Livros do Brasil volta a disponibilizar no mercado português esta obra de George Orwell cujo tema principal é o combate ao totalitarismo e a defesa do socialismo democrático. Com uma nova tradução do poeta e dramaturgo Daniel Jonas, estes textos acompanham o momento em que o autor integrou as forças republicanas que lutavam na Guerra Civil Espanhola.

Combater o totalitarismo e promover o socialismo democrático: estas foram, segundo Orwell, as duas missões que pôs em cada palavra por si escrita a partir de 1936. Foi então que o autor se juntou às forças republicanas que lutavam na Guerra Civil de Espanha e é essa experiência que surge narrada em Homenagem à Catalunha. Texto repleto de paixão e clareza, de denúncia de cinismos e traições mas também de esperança, mostrou-se incómodo para alguns e excecionalmente revelador para outros. Permanece hoje como uma das mais significativas obras sobre o golpe de estado nacionalista em Espanha, que grupos revolucionários do mundo inteiro quiseram travar.

Em sincronia, é editado O Caminho para Wigan Pier, uma denúncia das condições de trabalho dos operários e da luta de classes, num momento em que o fascismo ameaçava a Europa. O presente volume, um dos primeiros títulos do autor, conta agora com uma nova tradução e nota prévia de José Lima. O livro reproduz, em 32 páginas, as fotografias que acompanharam a edição original da obra.

Em 1936, a convite do editor Victor Gollancz, George Orwell deixou Londres e rumou ao Norte, para passar dois meses lado a lado com a comunidade operária de Yorkshire e Lancashire. Encontrou sujidade, pobreza, fome, terríveis condições de trabalho nas minas e, fora delas, um desemprego crescente. O Caminho para Wigan Pier é o testemunho brilhante, franco, por vezes polémico e provocatório desse período, cujo impacto político continua a reverberar até hoje, questionando privilégios de classe e apelando a um humanismo concreto.

Sobre o autor
George Orwell, pseudónimo do escritor Eric Arthur Blair, nasceu na cidade de Motihari, na então Índia britânica, a 25 de junho de 1903, tendo-se mudado para Inglaterra com a família, ainda durante a infância. Escritor e jornalista, Orwell é uma das mais influentes figuras da literatura do século xx. Defensor incondicional da liberdade humana e acérrimo opositor do totalitarismo, inscreve-se no panorama literário com as obras Dias Birmaneses (1934) e Homenagem à Catalunha (1938). Mas será, sem dúvida, com Quinta dos Animais (1945) e Mil Novecentos e Oitenta e Quatro (1949), duas narrativas com uma atualidade assombrosa, que o autor alcança o reconhecimento internacional. Morreu de tuberculose, em Londres, a 21 de janeiro de 1950.

Homenagem à Catalunha e O Caminho para Wigan Pier
George Orwell
Livros do Brasil

You May Also Like

Teresa Fabião luta contra o HIV através da arte

Teresa Fabião luta contra o HIV através da arte

À conversa com Julita Santos sobre The Great Lisbon Club 2021

À conversa com Julita Santos sobre The Great Lisbon Club 2021

Sons da Mongólia no Museu do Oriente

Sons da Mongólia no Museu do Oriente

Musicálogos, a mais recente iniciativa da Capote Música, são primeiros encontros entre compositores de diferentes áreas musicais

Capote Música apresenta Musicálogos

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt