Grupo Porto Editora “abre aspas” a conversas em direto entre autores

Provocar encontros improváveis e instigar boas conversas para um serão diferente – é este o ponto de partida para o desafio que o Grupo Porto Editora está a lançar a vários autores do seu catálogo.

“abre aspas” é o nome desta iniciativa, uma tertúlia quinzenal, às sextas-feiras, que vai desafiar dois convidados a porem a conversa em dia, para falar de livros, mas não só: da inspiração à escrita, das memórias às previsões, da vida quotidiana às grandes ambições — tudo pode ser tema nestas tertúlias.

A primeira sessão acontece já amanhã, dia 8 de maio, em direto no Facebook da Porto Editora. A partir das 21:47, damos as boas-vindas a Ricardo Fonseca Mota, autor do romance As Aves Não Têm Céu, e a Rui Zink, autor de Manual do Bom Fascista e de O avô tem uma borracha na cabeça, para um momento sem filtros – como as boas conversas devem ser.

Os dois autores vão tentar responder à questão “Somos aquilo que escrevemos?”, explorando de que forma as vivências de cada um influenciam o processo de escrita (seja de forma consciente ou não). Haverá ainda tempo para questões do público, para falar da atualidade e até para sugestões culturais.

A 22 de maio, dois novos autores serão desafiados a pôr a conversa em dia, movidos por um mote diferente.

You May Also Like

O festival Que Jazz É Este? assinala em 2020 a sua oitava edição

Estoril Sol desafia novos escritores com Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís

À conversa com Gui Garrido sobre MAPAS

Cuidados capilares botânicos e vegan da Lazartigue

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt