Basileia, Cidade das artes aberta para o mundo

Dentro de casa é conhecida como a cidade das fontes, designação acertada se tivermos em conta que em Basileia estão em funcionamento cerca de 170! Localizada à beira do Reno, no exacto local onde o rio se torna navegável, bem perto da fronteira com a França e a Alemanha, é dona de uma história secular e palco da aliança perfeita entre exemplos arquitectónicos mais tradicionais com testemunhos das tendências mais arrojadas no que diz respeito à construção de edifícios. Efectivamente, Basileia é clássica e moderna, tradicional e actual.  
Conhecê-la não é difícil. Possuidora de uma atmosfera simpática e cativante, é uma localidade que se desvenda bem a pé ou então de drämmli, o equivalente aos eléctricos. Basileia é elegante como Paris, aconchegante como um vilarejo de montanha e cosmopolita como Nova Iorque. Regularmente palco de destacadas manifestações culturais, como o Fasnacht, o mais conhecido Carnaval suíço, ou a Art Basel, uma das maiores feiras de arte moderna e contemporânea do mundo que, anualmente, toma conta do centro de convenções, e de importantes eventos económicos, como a Basel World, que tem como temas a ourivesaria e a relojoaria, esta é uma metrópole em movimento constante.
Virada para o Reno, é ele um dos seus motivos de inspiração e de orgulho. Desde sempre que o quotidiano dos habitantes é marcado pela presença omnipresente do rio. Espelhada nas suas águas, Basileia adquire outra dimensão, quase etérea, quase eterna. Para tirar o melhor proveito possível de uma visita a Basileia o turista só precisa de duas coisas: boas pernas, pois andar a pé é a melhor forma de conhecer a cidade, e uma máquina fotográfica, já que são muitos os motivos de interesse que vai querer guardar para a posteridade. Depois é só partir à aventura de descobrir tudo o que esta cidade única tem para oferecer.

A ver
Spalentor
Porta gótica erguida em 1370 fazia, originalmente, parte das muralhas que circundavam a cidade. Adornada com esculturas, ostenta o brasão da cidade.
Igreja de São Leonardo
Edificada no local de uma igreja do século XI, exibe no interior pinturas góticas dos séculos XV e XVI.
Münster
A sua edificação teve início no século XII, mas grande parte foi destruída em 1356 por um devastador terramoto. Reconstruída de acordo com o estilo gótico, foi despojada de grande parte do mobiliário e da decoração com o advento da Reforma.
Universidade
Fundada em 1460, conta entre as mentes ilustres que por lá passaram com nomes como Erasmo de Roterdão, Friedrich Nietzsche e Karl Jaspers. 
Câmara Municipal
De inspiração gótica, tem a fachada vermelho-vivo decorada com formidáveis figuras alegóricas.
Marktplatz
Rodeada por edifícios do final do século XIX e início do século XX, é um dos centros da vida da localidade.
Museu Judeu
Museu onde é mostrada a vida quotidiana do povo judeu ao longo dos séculos.
Museu das Casas das Bonecas
Espalhadas pelos quatro pisos que o compõem, os visitantes vão encontrar mais de 6 mil peças!
Museu da Farmácia
Dedicado à história e à evolução da química médica e da indústria farmacêutica, este local apresenta uma colecção de artefactos e remédios.        
Museu de História
Espaço que alberga valiosos testemunhos da história de Basileia desde o tempo dos Celtas.
Museu de Antiguidades
Dedicado às quatro civilizações que surgiram na bacia do mar Mediterrânico – Egipto, Grécia, Etrúria e Roma Antiga.
Museu Jean Tinguely
Moderna construção localizada no Parque da Solidão, desenhada pelo arquitecto suíço Mario Botta para abrigar as esculturas de metal do artista surreal Jean Tinguely.
Kunsthalle
Proeminente instituição cultural, acolhe um contínuo programa de exposições de onde sobressaem as dedicadas aos mais destacados artistas contemporâneos.
Fondation Beyeler
Nascida da criatividade do famoso arquitecto italiano Renzo Piano, abriga pinturas não apenas de grandes nomes como Monet e Mondrian, como também de artistas contemporâneos, como os americanos Frank Stella, Mark Rothko e Anselm Kiefer. É o resultado de 50 anos de trabalho como coleccionador do galerista Ernst Beyeler.
Kunstmuseum
No interior deste tempo de cultura os visitantes vão encontrar quatro valiosas colecções: pintura e desenho dos séculos XV e XVI; pintura holandesa e flamenga do século XVII; pintura suíça, francesa e alemã do século XIX; e arte do século XX. O pátio encontra-se embelezado por inúmeras esculturas.   

Como ir  www.flytap.com/Portugal/pt/Homepage
Quando ir Depende do objectivo da deslocação, pois todas as épocas do ano possuem motivos de interesse.
Para se deslocar Andar a pé é claramente a melhor opção.
Saber mais www.basel.com/en/welcome.cfm

Restaurantes
Dreiländereck www.dreilandereck.ch
Zum Isaak Gastronomie und Kultur www.zum-isaak.ch
Gifthüttli www.gifthuettli.ch
Gasthof zum Goldenen Sternen www.sternen-basel.ch
Teufelhof, Bel Étage www.teufelhof.com

Hotéis
Drei Könige www.drei-koenige-basel.ch
Radisson www.radissonsas.com
Hotel Teufelhof www.teufelhof.com
Merian am Rhein www.merian-hotel.ch

Pode também visualizar o artigo (sem necessidade de Adobe Flash Player) em: http://look-mag.com/2011/11/22/basileia-cidade-das-artes-aberta-para-o-mundo/

You May Also Like

Lisbon Marriott Hotel recebe Hello Summer Wine Party

COS marca presença no Salone del Mobile, em Milão

Descubra a mudança na forma de viajar

“Love Story” é o tema do Grupo Hotéis Real para este São Valentim

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt