“Antologia poética” de Vinicius de Moraes

Vinicius de Moraes, um dos maiores compositores da música popular brasileira, começou por se consagrar como um poeta da mais elevada qualidade literária. Os seus versos marcam ainda hoje mais de cinco décadas da literatura brasileira, sendo que esta obra é prova disso mesmo.

Antologia_poetica-LookMag_pt01

Diplomata e poeta brasileiro, Marcos Vinicius da Cruz de Mello Moraes nasceu a 19 de outubro de 1913, na Gávea, no Rio de janeiro, e morreu a 17 de abril de 1980, na mesma cidade. Em 1933, concluiu um Curso de Oficial de Reserva e formou¬-se em Direito, passando pelos bancos da Universidade de Oxford. Ao seguir a carreira diplomática, estabeleceu-¬se em Los Angeles, Montevideu e Paris.

“Antologia poética” de Vinicius de Moraes

Nas letras, as suas preferências iam para Katherine Mansfield, Georges Bernanos e François Mauriac. Convivia habitualmente com intelectuais como Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Melo Neto e Rubem Braga. O livro O Caminho da Distância marcou a sua estreia literária, em 1933. Vinicius publicaria ainda Forma e Exegese (1935), Ariana, a Mulher (1936), Novos Poemas (1938), Cinco Elegias (1943), Poemas, Sonetos e Baladas (1946) e Pátria (…)

Nas páginas de “Antologia poética” os leitores vão descobrir uma coletânea com 112 dos poemas mais conhecidos, cantados e citados por Vinicius de Moraes.

“Antologia poética” de Vinicius de Moraes
Companhia das Letras
www.companhiadasletras.com.br/

Por: Sandra Pinto

You May Also Like

Tantas Palavras: a vida e a palavra de Chico Buarque

Facebook lança guia para descobrir Lisboa

Egoísta abre a Fronteira e reflecte sobre a actualidade e o imaginário

Apresentação da biografia dos Moonspell, “Lobos Que Foram Homens”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*