A minha vida num disco: Miguel Bastos, da organização do Oeste Underground Fest

Miguel Bastos, um dos três organizadores do festival Oeste Underground Fest, evento que podem ficar a conhecer melhor nesta entrevista, é o nosso convidado de hoje.

A minha vida num disco: Miguel Bastos

Foram vários os álbuns que marcaram a minha vida, mas o “Wolfheart” dos Moonspell, é, provavelmente, aquele que mais me marcou. Conheci os Moonspell em tenra idade e curiosamente foi a primeira banda que vi ao vivo com Napalm Death em Almada.
Aquilo que mais gostei no álbum foi a sonoridade do mesmo, exemplo disso é a música Love Crimes. A partir do minuto 5:26 cada vez que a ouço, fecho os olhos e consigo voar pelo tempo, uma sensação indescritível e ainda bem, pois a música é sentimento!
Para além de Alma Mater que é o hino de Moonspell, gosto também muito da Trebaruna, Wolfshade e, claro, a Vampiria. Acho este álbum um dos melhores de sempre a nível nacional e internacional, e nesta altura Moonspell ainda vagueava pelo underground.
Sou muito supersticioso e cada vez que comprava um carro, o primeiro cd que lá entrava era o Wolfheart, e olha que já comprei 13 carros (risos).

You May Also Like

Mão Morta reeditam os primeiros quatro álbuns de estúdio

Mão Morta reeditam os primeiros quatro álbuns de estúdio

Redemptus, em conjunto com a Gruesome Records, a Raging Planet Records, a Regulator Records e a Ring Leader Records, lançaram recentemente o seu terceiro álbum, blackhearted.

À conversa com Redemptus

Súbita Vontade de Dançar apresenta-se repleta de riffs contagiosos, baterias de fazer disparar radares e conteúdo lírico ambíguo.

Cobra ao Pescoço lançam o single Súbita Vontade de Dançar cujo vídeo pode ver aqui

Wicked são de Paredes de Coura. Sérgio Sousa na bateria, Vasco Ferreira na guitarra e na voz, Ricardo Fernandes na guitarra e Miguel Carvalho no baixo.

Wicked Youth apresentam “OUT” e antecipam lançamento com o single Wysis (com vídeo)

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt