Vodafone Vozes da Escrita regressam a Paredes de Coura

As Vodafone Vozes da Escrita, sessões de leitura protagonizadas por nomes nacionais consagrados, regressam ao Vodafone Paredes de Coura pelo segundo ano consecutivo. Os convidados desta edição são músicos conhecidos pela forma exímia como trabalham a palavra, e que aceitaram o desafio lançado pela Vodafone para formarem duplas e criarem duas sessões de leitura inéditas.

Samuel Úria, cantautor, com um talento ímpar para a escrita em português e um dos artistas mais solicitados pelos seus pares para a produção de letras, e Gisela João, intérprete emotiva de cada palavra que canta e perita em trazer os ouvintes para dentro das histórias do fado, inauguram as Vodafone Vozes da Escrita na quinta-feira, 18 de agosto.

No dia 19, o palco é de Capicua, alter ego de Ana Matos Fernandes, rapper e cronista que dispensa apresentações, e de Adolfo Luxúria Canibal, fundador dos Mão Morta, com vários títulos editados que reúnem poemas, crónicas, ensaios e contos. Dois artistas com um sentido crítico apuradíssimo sobre a atualidade.


Vodafone Vozes da Escrita

Palco Jazz na Relva
Samuel Úria e Gisela João
18 de agosto, às 13h00
Capicua e Adolfo Luxúria Canibal
19 de agosto, às 13h00

Saiba mais sobre a edição 2016 do Vodafone Paredes de Coura em https://lookmag.pt/blog/vodafone-paredes-coura-2016/

Por: Sandra Pinto

You May Also Like

WoodRock Festival anuncia 7.ª edição

Festival Laurus Nobilis 2019 apresenta cartaz

Termine e comece o ano com gargalhadas no SOLRIR

Tantas Palavras: a vida e a palavra de Chico Buarque