“Três Embaixadas Europeias à China” em conferência no Museu do Oriente

O Museu do Oriente organiza um ciclo de conferências em torno da exposição “Três Embaixadas Europeias à China”.

Numa sessão intitulada “Num mundo diferente: Pacheco de Sampaio na China dos Qing (1752-1753)”, o historiador António Vilhena de Carvalho regressa aos tempos de uma Europa ainda à procura da Ásia, em novos moldes e com novos protagonistas. Um mundo em que já participam activamente a América e África, graças a novos caminhos marítimos, mais largos e mais rápidos.

Um mundo no qual se começam a descortinar já as grandes mudanças que a Revolução Científica e a Revolução Industrial iriam trazer à escala global, às quais a China da dinastia Qing não foi impermeável, como muitos ainda julgam. Este mundo que levou a embaixada de Francisco Pacheco de Sampaio ao Imperador Qianlong, da dinastia Qing, em 1752, numa altura delicada para os interesses portugueses em Macau e na China.

António Vilhena de Carvalho é doutorando pela Universidade Católica Portuguesa (PiudHist, Programa Interuniversitário de Doutoramento em História) e possui um mestrado em Estudos Asiáticos e uma licenciatura em Direito pela mesma universidade. Os seus trabalhos de investigação actuais centram-se sobre a China das primeiras décadas do século XX e sobre a imagem que ela projecta, à época, em países como Portugal e o Reino Unido.

As próximas sessões são dedicadas aos temas “O primeiro embaixador europeu à China Ming: Tomé Pires (1517-1577)”, por Jorge dos Santos Alves (22 Fevereiro) e “A Europa e a Pax Mongólia. A embaixada de Frei Lourenço de Portugal (1245)”, com Ana Cristina Costa Gomes (29 Março).

Ciclo de Conferências “Três Embaixadas Europeias à China”
25 Janeiro, 22 Fevereiro, 29 Março
18h00
Entrada gratuita

25 Janeiro
“Num mundo diferente: Pacheco de Sampaio na China dos Qing (1752-1753)”
António Vilhena de Carvalho

22 Fevereiro
“O Primeiro embaixador europeu à China Ming: Tomé Pires (1517-1577)”
Jorge dos Santos Alves

29 Março
“A Europa e a Pax Mongólica. A embaixada de Frei Lourenço de Portugal (1245)”
Ana Cristina Costa Gomes

You May Also Like

ModaLisboa Insight apresenta Checkpoint | Fast Talks

Luiz Martins expõe Elogios ao Silêncio

Metáforas Funcionais para Corpos no Espaço na Galeria Monumental

Tagua Tagua chega a Portugal para concertos em Lisboa e no Porto

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt