Resurrection Fest 2022 e a festa do rock (mais pesado) regressou à Galiza

Dois anos de ausência depois, a vila piscatória galega de Viveiro voltou a viver os grandes dias de recepção do Resurrection Fest, uma edição especial de 4+1 dias que juntou mais de 30 mil pessoas por dia.

Texto e fotos Vasco Rodrigues

O cartaz, face à continuada dependência da pandemia e seus efeitos secundários, foi sofrendo alterações ao longo destes dois anos, tendo implicado mudanças que aconteceram mesmo durante o evento. Exemplo desse facto foi o cancelamento na véspera da actuação dos norte-americanos Korn, eles que iriam encerrar a celebração dos 15 anos (mais 2 de paragem) do mega festival da Galiza.

Mesmo com essas contrariedades, o Resurrection Fest continua a ser um marco para os amantes do rock mais pesado, e a edição de 2022 teve excelentes prestações de bandas como Bring Me The Horizon, Jinjer, Gojira ou Mastodon, alguns dos grandes nomes que passaram ao longo da semana passada pelo Palco Principal.

Com mais três palcos espalhados pelo recinto, foi possível ver in loco muitos outros espectáculos com elevada qualidade, como foi exemplo o black metal dos Dark Funeral, o hardcore punk dos Misconduct, Kids of Rage ou Malevolence, o punk dos Blowfuse, Belvedere e Grippers, o stoner rock dos Toundra, Celeste e El Altar del Holocausto, a revisita aos clássicos dos Motorhead por parte de Phil Campbell, e o death metal de Vomitory, Bloodhunter ou Bloodbath.

Tal como habitualmente, o festival galego incorporou bandas nacionais no cartaz, e que deixaram o nosso país muito bem representado. Os Serrabulho deixaram o relvado do evento em polvorosa logo no Dia Zero, enquanto Gaerea e a banda de tributo Bulls on Parade tiveram largas centenas de pessoas a vibrar com as suas actuações.

Quanto ao público, foi notória a diferença de idades entre os dias onde o metalcore foi rei versus o heavy metal mais tradicional, prova que o evento é bastante diversificado e capta adeptos em todas as franjas etárias.

You May Also Like

Brands That Matter: 2022 o regresso da música a Paredes de Coura com a Vodafone

Vagos Metal Fest 2022 Dia I. O regresso mais desejado

Azores Burning Summer, o festival ecofriendly

Festival A Estrada regressa em agosto para a sua segunda edição

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt