Principal plataforma europeia de moda em segunda mão chega a Portugal. Chama-se Vinted

Com a missão de tornar a moda em segunda mão uma primeira escolha, a Vinted tem uma plataforma em crescimento constante, com mais de 45 milhões de utilizadores em 12 países da Europa, Estados Unidos e Canadá. «Chega agora a Portugal, para tornar a compra e venda de roupa e acessórios em segunda mão mais acessível aos portugueses, através de uma plataforma fácil de usar, de consumidor para consumidor», avança a marca em comunicado.

A Vinted nasceu em 2008, em Vilnius (Lituânia), pelas mãos de Milda Mitkute, que depois de uma mudança de casa se apercebeu da quantidade de roupa que tinha e não estava a usar. «Com a ajuda de Justas Janauskas, começou a Vinted, como um projeto pessoal para “destralhar” o armário pessoal, acabando por se tornar uma comunidade global».

Seja para ganhar algum dinheiro extra enquanto se esvazia o armário ou apenas para adotar hábitos de consumo mais responsáveis em relação à moda, os portugueses vão ter a possibilidade de se registar gratuitamente, começar a “destralhar” os seus armários e fazer o upload dos seus artigos, para que os possam vender, sem taxas, recebendo 100% do valor da venda.

Os portugueses vão também usufruir da Buyer Protection (Proteção do Comprador), disponível no mercado europeu, por 5% do valor total do artigo e uma taxa adicional de 0,70€. Além disso, poderão contar também com várias opções de envio a baixos preços, além do apoio ao consumidor e um sistema de pagamento verificado, com transações seguras.

A plataforma da Vinted está disponível através do site www.vinted.pt ou do download gratuito da app, disponível para Android e iOS.

You May Also Like

“Let’s Do Beautiful” a campanha que celebra o 111º aniversário da Douglas

Marca portuguesa recebe malas de luxo para reparação. Chama-se Ownever

Já conhece o Chef Stories? O restaurante para os apreciadores de carne…mas não só

“Neve de Primavera”, de Yukio Mishima

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt