Manel Cruz antecipa edição do álbum de estreia em nome com O Navio Dela

Aos singles “Cães e Ossos”, “Ainda Não Acabei” e “Beija-Flor”, segue-se agora “O Navio Dela”.

Com letra e música de Manel Cruz, “O Navio Dela” conta com arranjos de António Serginho, Eduardo Silva, Manel Cruz e Nico Tricot. Gravada por Manuel Reis no Estúdio do Bandido, foi misturada por Manuel Reis e Manel Cruz, assistido por João Brandão, no estúdio Sá da Bandeira, e masterizada por Nuno Mendes no estúdio ELSTUDIO. A imagem é da autoria de Manel Cruz.

Além da banda que o acompanha, composta por António Serginho (percussão, piano, xilofone), Eduardo Silva (baixo, voz) e Nico Tricot (piano), Manel Cruz (voz, guitarra acústica, clarinete, percussões) conta, em “O Navio Dela”, com a participação de Carina Albuquerque (violoncelo) e Daniel Dias (trombone, bombardino).

“Vida Nova” é o nome ao disco de estreia a solo do ex-vocalista dos Ornatos Violeta, Pluto, Foge Foge Bandido e Supernada que será editado a 5 de Abril pela Turbina, o selo independente através do qual também foi lançado Foge Foge Bandido.

Consequência da vontade de voltar ao estúdio e aos palcos, depois de um hiato criativo, estas novas músicas foram compostas maioritariamente no ukulele. Um regresso às origens que agradou a Manel Cruz e resultou num punhado de canções que lhe permitem antecipar a edição de novos discos.

“Vida Nova” é editado a 5 de Abril

You May Also Like

Vampire Weekend em Lisboa com concerto em nome próprio

Muse trazem “Simulation Theory World Tour” a Portugal num espectáculo único

NOS Alive 2020 anuncia Da Weasel como primeira confirmação. Veja o vídeo.

Tool na Altice Arena o fim da espera

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt