Keith Haring regressa a Portugal para uma exposição individual

Quinze anos depois, Keith Haring regressa a Portugal para uma exposição individual, única e surpreendente. São 17 obras originais de uma das mais emblemáticas figuras do cenário artístico de Nova Iorque dos anos 80/90. Haring questionou problemas pungentes como a SIDA, a toxicodependência, a violência e o movimento político Apartheid.

A ideia é transportar o visitante para NY em plena década de 80, sob o olhar ímpar do artista e ativista. Na exposição é possível apreciar algumas das suas obras mais icónicas, que nos fazem viajar pela imaginação de Haring, num diálogo aberto entre a arte, o ativismo e a moda.

Juntamente com contemporâneos seus, como Jean-Michel Basquiat e Kenny Scharf, Haring trouxe elementos da cultura popular, “low art” e elementos não-artísticos, para espaços anteriormente exclusivos de “high art”, como museus e galerias.
A obra de Haring transcendeu o mundo da arte e sua influência na moda foi significativa. Colaborou com ícones da moda e designers como Grace Jones e Vivienne Westwood e o seu legado vive através de marcas como Coach e Lacoste.

Além destas 17 obras, estarão expostas criações de estilistas inspiradas no trabalho de Haring, bem como a réplica do emblemático casaco usado por Madonna na festa de anos de Haring, na Paradise Garage, a 16 de maio de 1984 onde cantou “Dress you up”.

Sendo a moda uma das temáticas desta exposição, o seu embaixador e porta-voz é Dino Alves, um dos maiores designers de moda e estilistas a nível nacional.

O arranque da exposição constitui um momento performativo inédito: será realizado um live body painting com a modelo Sharam Diniz numa homenagem à performance que Keith Haring realizou com a supermodelo e cantora Grace Jones em Nova Iorque, em 1987.

Keith Haring. Entre a arte, o ativismo e a moda
CascaiShopping
De 10 de Setembro a 10 de Novembro
Entrada gratuita

You May Also Like

Clube dos Poetas Vivos promove encontro semanal online sobre poesia até ao final de Junho

Cinco museus unidos na exposição “Um Mundo de Máscaras”

Festival CriaSons abre candidaturas para o Concurso de Compositores Emergentes

Grupo Porto Editora “abre aspas” a conversas em direto entre autores

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt