HAMLET, de William Shakespeare no Teatro Experimental de Cascais

HAMLET, de William Shakesperare, com tradução de Sophia de Mello Breyner Andresen, dramaturgia de Fernando Moser e colaboração dramatúrgica de Miguel Graça, conta novamente com a característica de Carlos Avilez na encenação.

Considerada uma das mais célebres peças de William Shakespeare, “e uma das mais icónicas personagens da literatura”, pode ler-se na sinopse desta produção, HAMLET foi escrita de 1599 e 1601, contando a história da descoberta, pelo Príncipe da Dinamarca, do assassinato do seu pai pelo seu tio, Cláudio. “Há algo de muito mais profundo neste texto que fala sobre a natureza humana e, sobretudo, sobre a vida e a morte, em duelos verbais que Hamlet mantém com as outras personagens ou em auto-reflexões sobre ele próprio – ou melhor – sobre nós, porque mesmo a mais de 400 anos de distância a alma humana, tal como a grandeza da peça, não se alterou.”, continua o mesmo texto.

No elenco estão já confirmados alguns rostos familiares do pequeno ecrán, como Bárbara Branco, Diogo Martins, José Condessa (em Hamlet) e Maria João Pinheiro, que se juntam a Elmano Sancho, Flávio Gil, João Gaspar, João Pecegueiro, Luiz Rizo, Miguel Amorim, Miguel Loureiro, Renato Pinto, Rodrigo Cachucho, Sérgio Silva e Teresa Côrte-Real.

HAMLET, de William Shakesperare
Teatro Municipal Mirita Casimiro, Cascais
Estreia a 27 de Março (Dia Mundial do Teatro)

You May Also Like

Rock & Roll Hall of Fame: quem são os novos nomes indicados? Nós revelamos

King Gizzard & The Lizard Wizard anunciam novo álbum

Museu Bob Dylan será inaugurado em 2022

Moonspell de regresso a Lisboa para dois concertos exclusivos

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt