GNR “Afetivamente”

ECO-PAK_EspecialChegaram do Porto para conquistar Portugal. Já lá vão mais de três décadas.
Chama-se GNR (Grupo Novo Rock) e estão de volta para nos levar até um mundo novo, onde a eletricidade dá lugar à afetividade.

Pois é verdade, trinta anos depois os GNR avançam agora com um novo conceito e decidem desligar a maior parte das tomadas: o baixo elétrico cede lugar ao baixo acústico, a guitarra elétrica passa as cordas ao violino e os teclados rendem-se ao piano.

O próprio (e único) Rui Reininho será mais acústico, entenda-se, menos elétrico. Não estranhe, pois é intencional: os clássicos que tanta fama trouxeram ao Grupo Novo Rock vão soar de forma diferente.

Jamais a banda “tripeira” esteve tão próxima do público porque efetivamente este é um momento de afetos.

Afetivamente conta com Rui Reininho na voz, Tóli César Machado no piano e guitarra acústica, Jorge Romão no baixo acústico, Ianina Khmelik no violino, Rui Lacerda na bateria/percussões e Hugo Novo nos teclados.

Coliseu do Porto
15 de Fevereiro, 21h00.
Com preços entre os 15 e os 25 euros
Centro Cultural de Belém, Lisboa
16 de Fevereiro, 22h00
Com preços entre os 10 e 27,50 euros

You May Also Like

Time For T revela primeiro single de EP composto e gravado durante a quarentena

O festival Que Jazz É Este? assinala em 2020 a sua oitava edição

À conversa com Norton sobre Heavy Light

À conversa com o músico CarlosBb do BlackSheep Studios

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt