Museu do Oriente apresenta um espectáculo de Seraikella Chhau, dança dramatizada tradicional da Índia, protagonizado pela Companhia de Pandit Gopal Prasad Dubey.

Espectáculo de dança Seraikella Chhau no Museu do Oriente

O Museu do Oriente apresenta um espectáculo de Seraikella Chhau, uma dança dramatizada tradicional da Índia apontada pela UNESCO como Património Intangível, protagonizado pela Companhia de Pandit Gopal Prasad Dubey.

Num país tão vasto como a Índia, com tamanha diversidade cultural, existem centenas de tradições musicais, estilos de dança e de teatro espalhados por todo o território. A Chhau é uma dança dramatizada predominante na Índia Oriental, existindo três formas principais, conhecidas pela sua localização geográfica: Seraikella Chhau (Bihar), Mayurbanj Chhau (Orissa) e Purlieu Chhau (Bengala Ocidental). Embora todas sejam conhecidas como Chhau, o seu estilo distingue-se quer em termos de cultura, quer pelas características da própria dança.

De entre os três tipos de Chhau, o Seraikella Chhau é certamente o mais subtil e refinado. É dança pura, sem diálogo, retratando sensações e sentimentos unicamente pelos movimentos dos dançarinos sendo, tradicionalmente, interpretado apenas por homens.

Grandemente influenciada pelas artes marciais, a dança Chhau tem também um forte contexto ritualístico. O estilo Seraikella Chhau faz uso de máscaras e é dançado durante o festival anual de Chaitra Parva, dedicado a Ardhanareshwara como uma oração para abundância nas colheitas. A máscara é, pois, um elemento vital na dança, indicando uma personagem ou uma ideia temática de uma forma estilizada, conferindo uma estranha qualidade de abstração. Liberta o dançarino da influência limitante do rosto e coloca uma ênfase maior sobre o movimento do corpo.

Dança Seraikella Chhau
Companhia de Pandit Gopal Prasad Dubey
Museu do Oriente
27 de Janeiro
18h30
Preço: €10

You May Also Like

Termine e comece o ano com gargalhadas no SOLRIR

Tantas Palavras: a vida e a palavra de Chico Buarque

Teatro Nacional D. Maria II acolhe Quartett

Sabores de Natal chegam à baixa de Lisboa