Einstürzende Neubauten na Aula Magna e o carisma de um homem chamado Blixa Bargeld

Aula Magna cheia. Pessoas felizes. Fãs ansiosos. Um palco repleto de artilharia pesada. Tudo indicava uma noite inesquecível. Quase duas horas depois a expectativa confirmou-se. Os Einstürzende Neubauten continuam a ser uma banda enorme e Blixa Bargeld um dos músicos com maior carisma da atualidade.

Nasceu em Berlim Ocidental a 12 de janeiro de 1959. Façam as contas. Numa Berlim dividida depois da Segunda Grande Guerra, Blixa Bargeld cresceu em Friedenau, um bairro do distrito de Schöneberg que ficava no setor americano. Foi numa Berlim dividida pelo muro (construído em torno dos três setores ocidentais no verão de 1961) que o músico evoluiu para se tornar numa das grandes figuras da música.

Em abril de 1980 dava vida aos Einstürzende Neubauten, que no ano seguinte apresentaram o seu primeiro single, “KALTE STERNE”. De lá para cá é história. Uma história de uma banda que hoje tem em N.U. Unruh e Blixa Bargeld os únicos elementos originais. Isso percebe-se bem em palco, seja nos pés descalços de ambos ou na verdadeira sintonia que pressentimos entre os dois.

Na eterna busca pelo som ainda desconhecido, os Einstürzende Neubauten deslocaram-se a Lisboa para deixar de boca aberta todos os que tiveram o privilegio de estar na sala. Não foi a primeira vez que os vimos (seria mesmo a terceira), mas cada concerto deles parece uma novidade, e, de fato, é-o. Tocando temas mais antigos ou outros do seu disco mais recente, a banda consegue fazer com que não consigamos desprender os olhos do palco, bem iluminado, por sinal.

A figura imponente de Blixa ganha renovada dimensão quando ele canta e faz com que a sua voz entre pelos nossos ouvidos e pelos poros da nossa pele fazendo com que fiquemos uma e outra vez rendidos. São sons incrivelmente melódicos (ou nem tanto) que saem dos inusitados instrumentos que povoam o palco.

Mais de 35 anos depois do primeiro single, Blixa Bargeld, Alexander Hacke, N.U. Unruh, Rudolf Moser e Jochen Arbeit deram um concerto memorável.

You May Also Like

“SALÃO LISBOA” – Mostra de Cinema Português ao Ar Livre

Pedro e os Lobos estão de volta com o novo single “Foguetão”

À conversa com Expresso Transatlântico

À conversa com Luís Salgado (Amazing Events) sobre o Vagos Metal Fest

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt