Casino Estoril apresenta exposição “Desfiguração da Utopia” de D.Anghel

A pintura de D.Anghel diferencia-se pela monumentalidade das obras e por uma técnica extremamente rigorosa.

Sujeitas a uma dobra formal e temporal, as composições clássicas da pintura ocidental sofrem vários processos de transmutação e atualização nos seus quadros.

Numa breve análise à sua exposição de pintura “Desfiguração da Utopia”, Daniela Anghel revela: “não procuro passar mensagens principais, respostas ou soluções, mas, sim, imagino a produção de ambiguidades geradoras de perguntas. A imagem nunca é uma realidade simples. “Para que a montagem ambígua dos corpos suscite a liberdade do olhar crítico ou lúdico, é preciso organizar o encontro” afirma Georges Didi – Huberman em O destino das imagens. As minhas pinturas mostram vários encontros de imagem/fantasma que revindicam novas forças”.

Daniela Anghel nasceu em Alexandria, Roménia em 1979, tendo mais tarde obtido a nacionalidade portuguesa. Licenciada em Artes Plásticas – Pintura na Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa, (2004) e fez um breve curso de especialização em pintura a óleo, desenho, retrato e figura humana, na Ilya Repin Imperial Academy, São Petersburgo, Rússia (2012-2013).

Daniela Anghel tem residido nos últimos anos em Espanha, na Rússia, no Brasil e em Angola, onde viveu oito anos.

“Desfiguração da Utopia”
D.Anghel
Espaço de Arte 2 da Galeria de Arte
Entrada gratuita

You May Also Like

Festival Política chega a Coimbra já em fevereiro

The Obsessed atuam pela primeira vez em Portugal

Björk vem com a tour Cornucopia a Lisboa

O Laboratório apresenta “O Primeiro Dia”

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt