Brands That Matter…La Redoute lança coleção de desporto com tamanhos para todas as mulheres

Brands That Matter…La Redoute lança coleção de desporto com tamanhos para todas as mulheres

A La Redoute é uma marca para todas as mulheres. A coleção de desporto La Redoute Collections, que vai do S ao XXXL e visa adaptar-se às mais diversas formas femininas, tem o objetivo que todas as mulheres se sintam bonitas e confortáveis na hora de treinar. Sobre esta novidade da La Redoute falámos com Patrícia Lima, diretora de Marketing da marca.

Como viveram estes dois anos da pandemia?
A pandemia acelerou o uso do canal digital e o e-commerce cresceu alavancado pela situação pandémica. É inegável que os negócios digitais acabaram por ser privilegiados durante os períodos de confinamento, pelo que a La Redoute não foi exceção.
A nossa aposta no setor da casa e da decoração e a consequente valorização da vida dentro de casa são pilares na nossa estratégia, e já o eram antes da pandemia. No entanto, a situação pandémica veio impulsionar a procura de artigos relacionados com necessidades concretas: escritório em casa, salas e quartos mais acolhedores, arrumação, eletrodomésticos… em suma, soluções que contribuem diretamente para a melhoria do dia-a-dia dos nossos consumidores.
Em 2020, em pleno contraciclo, abrimos a nossa primeira loja física em Lisboa. Era algo que já estava definido antes da pandemia e que não quisemos adiar. A realidade que se apresentou não alterou a nossa ambição, mas abriu uma janela de oportunidade: a valorização das lojas de rua vs o conceito de shopping centre. Menos de um ano depois, abrimos uma segunda loja no Porto. Tendo a La Redoute atingido a sua maturidade no digital, o passo que se apresentava naturalmente era o da omnicanalidade.

Que desafios se vos apresentaram como mais difíceis?
Os desafios que enfrentamos são comuns a todos os players do mercado: assegurar que colocamos ao dispor do cliente os produtos que este procura, ou seja, uma oferta condizente com as suas necessidades e com as tendências do momento, com um serviço de topo que os faça querer repetir a sua experiência na marca. Para a La Redoute, o mercado da casa surge inevitavelmente como um grande eixo de crescimento. A nossa oferta aumenta de dia para dia e as parcerias com marcas nacionais multiplicam-se. Queremos dotar a nossa loja online de produtos que possam ser reconhecidos pelo consumidor como uma mais-valia, dando também oportunidade aos nossos parceiros de beneficiarem da exposição que a La Redoute lhes proporciona.
Mas em segundo lugar temos que contribuir para aumentar a quantidade de utilizadores digitais. Apesar do boom verificado durante os últimos meses, a penetração digital em Portugal está ainda abaixo da média europeia.
Também o mercado B2B se posiciona naturalmente como um eixo de crescimento para a La Redoute, por estar intrinsecamente ligado ao desenvolvimento da nossa oferta para a casa. São cada vez mais os profissionais que nos procuram e que incluem a La Redoute nos seus projetos. Este é um serviço que tem vindo a assumir-se com grande expressão.

Os portugueses continuaram a consumir produtos La Redoute?
Sim, claramente. Temos vindo a conquistar novos clientes numa progressão muito acentuada nos últimos dois anos, resultado também da conversão de compra num ambiente digital e da procura de um player de confiança do consumidor. Os galardões que temos vindo a receber nos últimos meses (Loja Recomendada Portal da Queixa, Prémio 5 estrelas, entre outros) e a imagem que a marca La Redoute tem em Portugal, com uma presença de mais de 30 anos no mercado, acabam por contribuir positivamente para uma desmistificação de receios que possam existir no momento de uma primeira compra online. Consequentemente, assistimos a um incremento de vendas.

Surgem agora com uma coleção de desporto com tamanhos para todas as mulheres. Porquê este lançamento agora?
A La Redoute Collections sempre teve o cuidado de proporcionar uma grande variedade de tamanhos, do S ao XXXL, visando adaptar-se às mais diversas morfologias, com o objetivo que todas as mulheres se sintam bonitas e confortáveis não só no seu dia-a-dia, mas também na hora de treinar. Atualmente, cerca de 60% das coleções da marca La Redoute Collections conta já com peças de tamanho 48 ou superior. Esta coleção de desporto, assinada pela nossa marca La Redoute Collections, surge naturalmente para enriquecer a nossa oferta base de marca própria, com o grande foco na diversidade das formas de corpo, enfatizando a beleza da mulher independentemente da morfologia.

Qual o vosso objetivo com esta iniciativa?
Queremos apresentar soluções e diversidade para os diferentes tipos de corpo. Na La Redoute acreditamos que a moda deve ser inclusiva, nenhum corpo é igual e, como tal, a nossa oferta pretende adaptar-se a essas diferenças. Queremos que o momento de compra seja algo prazeroso e não um momento de frustração.

Mas as La Redoute Collections não tinham números grandes?
Sim, no entanto, não tínhamos uma coleção de marca própria específica de desporto. Sempre tivemos outras marcas à venda na nossa loja e, por isso, não era propriamente uma lacuna. Agora dispomos de uma coleção dedicada ao desporto desenvolvida pelos nossos estilistas onde o foco na diversidade de morfologias, e consequentemente de tamanhos, está presente desde o início da sua conceção.

Na coleção de desporto só vão ser disponibilizados números grandes ou vão disponibilizar todos?
Com esta coleção de desporto, a La Redoute pretende mitigar qualquer tipo de discriminação. Não é uma coleção só para quem veste números grandes, é uma coleção com modelos disponíveis num leque que abrange o S ao 3XL.

Para que modalidades foi desenhada a coleção?
Esta coleção foi desenhada para modalidades de impacto ligeiro ou moderado, tais como o yoga, o pilates ou a prática de fitness (seja no ginásio ou ao ar livre).

Como descreveria, por exemplo, a escolha das cores e dos padrões?
Destaca-se o uso de cores fortes/vivas e padrões femininos – fortemente inspirados nas tendências Chelsea Girl e Arizona Muse. A primeira tendência, vai buscar alguma inspiração aos anos 60 e a um certo estilo de vida boémio, já a segunda, inspirada na modelo que lhe confere a designação, visa aproximar-se de um estilo de vida mais sustentável.

Afirmam que é uma coleção de desporto eco-responsável. Exatamente em que consiste essa designação e de que forma se concretiza?
Temos metas muito precisas e diariamente damos passos relacionados com a nossa política de responsabilidade social corporativa e de sustentabilidade, onde se insere a designação eco-responsável.
Até 2025 todos os nossos artigos serão 100% responsáveis (La Redoute Collections, La Redoute Intérieus e AM.PM). E o que é que isso quer dizer? Que os nossos artigos beneficiarão de pelo menos um atributo que faz dele um produto amigo do ambiente, seja pelas matérias usadas na sua produção, o tipo de produção, a certificação de matérias e fornecedores, o local de produção (privilegiamos cada vez mais um fabrico europeu e contamos já com diversos fornecedores portugueses), o modo de produção, etc. São muitas as premissas que entram em linha de conta e fazemos questão de as identificar em cada artigo que vendemos. Assim, já em 2022 a nossa oferta no mercado da MODA será 100% responsável. Em 2030 assumiremos a nossa neutralidade em emissões de carbono, 50% de redução e 50% de compensação. Também para 2030 assumimos o compromisso de abolir por completo o uso de plástico de uso único.
Para atingir destas metas estão implícitas muitas alterações e um recurso constante à inovação que engloba todo o ciclo do produto. Também a qualidade do serviço prestado ao consumidor está muito assente na nossa capacidade de inovar e de colocar ao dispor do cliente ferramentas e soluções que vão ao encontro das suas necessidades.

Que expectativas têm relativamente à aceitação desta coleção por parte dos consumidores?
Os primeiros indicadores são bastante positivos!

Vamos ter mais novidades da La Redoute em breve?
Quanto a novidades propriamente ditas… a La Redoute vai continuar a dar que falar. A nova coleção de moda e casa estão aí a chegar para marcar um novo ciclo que agora começa.

You May Also Like

The Horoscope Edition: lenços para vestir o zodíaco

Arkopharma apresenta novos lançamentos

Triumph vai muito para além da praia

Calzedonia aquece o verão

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt