O (bom) regresso dos Spoon a Lisboa

Lançaram o primeiro disco em 1996. De lá para cá marcaram e influenciaram o indie rock. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

Fãs desde a primeira hora temos acompanhado de perto a carreira dos Spoon, de tal forma que em 2010 criámos um grupo no facebook a “exigir” a presença da banda em Portugal! Preces ouvidas, nesse mesmo Verão teríamos a possibilidade de vê-los ao vivo num festival estival que acontecia perto do mar, na zona do Meco.

A emoção foi muita e as memórias que ficaram são de muita ternura por uma banda que nascida nos EUA, depressa conquistou o nosso coração. A segunda vez que os vimos em carne e osso aconteceu no passado mês de Julho novamente perto da água, mas desta feita no Passeio Marítimo de Algés na edição do NOS Alive. Para nós foi a confirmação da qualidade de uma banda que soube amadurecer e crescer.

E, como não há duas sem três, na passada sexta-feira rumámos ao Coliseu dos Recreios para voltar a celebrar as canções que nos têm feito tanta companhia.

Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

O mote deste regresso a Portugal (actuaram na noite anterior no Coliseu do Porto) foi a apresentação ao vivo do seu novo álbum, “Hot Thoughts”, mas houve tempo para recordar músicas mais antigas, e aqui confessamos, as nossas preferidas.

«Olá Lisboa», afirma Britt Daniel, «obrigada por terem vindo». Visivelmente satisfeito, o vocalista da banda nascida em Austin, no Texas, é sempre uma boa surpresa em palco. Dono de uma elegância característica dos grandes performers de antigamente, consegue trazer a cada canção uma classe quase irrepreensível que deixa encantados os fâs, ou seja, nós e outros como nós.

Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

Do alinhamento músicas como Inside Out, I Turn My Camera On, Rainy Taxi, Don’t You Evah, Do You ou Via Kannela foram desfilando tal pérolas de um colar que embeleza a vida de quem o usa, neste caso de quem as ouve. «Estivemos aqui no verão passado e foi muito bom», recorda Britt Daniel, «viram-nos lá?», pergunta para de imediato agradecer o facto de termos voltado ao seu encontro numa fresca noite de novembro.

Tocadas de forma exímia cada canção traz consigo uma memória, pois é para isso que elas existem, as canções e as memórias, de modo que o nosso coração sente alegria, saudade e emoção numa cadência de sentimentos que no final do concerto nos fez sorrir de felicidade.

 Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

De voz cheia, como se de um bom tinto se tratasse, Britt Daniel enche o palco (não será indiferente a sua elevada estatura) para juntamente com os seus companheiros trazer ao palco do Coliseu músicas que fizeram dançar, como I Ain’t the One, Everything Hits at Once, Can I Sit Next To You, My Mathematical Mind, Don’t Make Me a Target, The Underdog, Got Nuffin ou Black Like Me.

Tendo lançado desde 1996, data do seu primeiro registo discográfico, “Telephono”, mais quatros álbuns, “A Series Of Sneaks”, “Girls Can Tell, Kill The Moonlight”, “Gimme Fiction” e “Ga Ga Ga Ga Ga and Transference”, os Spoon deram um twist na sua sonoridade com o lançamento a 13 de maço do corrente ano do álbum “Hot Thoughts”.

 Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

Fora da sua zona de conforto, a verdade é que os norte-americanos continuam fiéis ao seu ADN: fazer música de grande qualidade onde as guitarras têm um protagonismo desafiado pelas teclas, tocadas de forma absolutamente fabulosa em cima do palco do Coliseu.

O encore aconteceu com WhisperI’lllistentohearit, Pink Up, Hot Thoughts e Rent I Pay. O balanço final foi, sem dúvida, muito positivo, um concerto coerente e bem conseguido que fechou com chave-de-ouro a tournée dos norte-americanos pela Europa.

Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

O trio Husky Loops de naturalidade italiana e raízes inglesas foi a banda escolhida para fazer a primeira parte.
Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.
Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.
Lançaram o primeiro disco em 1996. Falamos dos norte-americanos Spoon que em boa hora regressaram a Lisboa para um concerto no Coliseu da capital.

Texto: Sandra Pinto
Fotos: Luís Pissarro

You May Also Like

As 15 melhores músicas de 2018 by Filipa Moreno

WoodRock Festival anuncia 7.ª edição

Festival Laurus Nobilis 2019 apresenta cartaz

IDLES no Lisboa ao Vivo e a luta continua