"As nossas personagens" junta desenho e fotografia

“As nossas personagens” junta desenho e fotografia

Unidos não só pelos laços familiares, mas também pela paixão pela arte em algumas das suas diferentes expressões, Filipe Mariares e Nuno Pestana Vasconcelos juntaram os seus trabalhos individuais num só e transformaram-no num projeto único e original.

Filipe, através do traço de uma caneta, e Nuno, através de uma objetiva, uniram assim duas formas distintas de retratar o dia a dia, tendo como resultado final a exposição “As nossas personagens”. A exibição será inaugurada hoje, dia 27 de novembro, pelas 18h00, no Café Corcel (Porto), onde estará exposta até dia 12 de dezembro de 2021.

O conceito desta união artística surgiu de um desafio lançado por Nuno a Filipe que consistiu na escolha de uma das suas fotografias e da respetiva reprodução da mesma numa das áreas a que normalmente se dedica. Filipe, com o seu traço a lápis, recriou a mesma imagem numa abordagem que complementou e enriqueceu aquilo que Nuno e a máquina captaram num determinado momento. A satisfação de ambos perante o resultado do desafio levou-os a estender a ligação artística a outras fotografias, nascendo assim o projeto “As nossas personagens”.

A arte não é uma novidade para os autores, que sempre estiveram ligados às áreas que atualmente exercem. Filipe Mariares iniciou o percurso na pintura como autodidata, experimentando técnicas como o carvão, pastel, aguarela e óleo. Mais tarde, frequentou o curso de Técnica de Óleo da Heatherley’s School of Fine Arts em Londres (2001), a licenciatura em Artes plásticas no Ramo de Escultura na Faculdade de Belas Artes do Porto (2014) e Facultad de Bellas Artes de la Universidade Complutense de Madrid num estágio pós-licenciatura (2019). Atualmente, reparte a sua atividade entre a pintura e a escultura.

Nuno Pestana Vasconcelos despertou o gosto pela fotografia aos 10 anos, quando recebeu uma Kodak Instamatic 11. O interesse foi-se desenvolvendo e foi entrando no mundo fotográfico praticando e tentando aprender como autodidata. Nos finais dos anos 90, um prémio num concurso promovido pela Câmara Municipal do Porto deu-lhe alento para continuar. Em 2018 frequenta um Curso de Fotografia, de forma a aprimorar e melhorar, tanto a nível técnico como estético, os conhecimentos que foi adquirindo ao longo dos vários workshops, exposições e pesquisas que realizou ao longo do tempo. Nos dias de hoje, partilha alguns dos seus trabalhos nas plataformas digitais e em www.npv.pt e tem alguns trabalhos expostos, a nível particular.

You May Also Like

Fumo Ninja em concerto em Lisboa

Testado & Aprovado: DreamFly Indoor Skydiving, pura adrenalina

Trimaran sustentável sensibiliza para a necessidade de se proteger os oceanos. Vá conhecê-lo em Cascais

Os Bad Religion chegam no dia 14 de maio a Lisboa. Vamos todos celebrar mais de 40 anos de música

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt