Adega Monte Branco lança vinho e apresenta novo branding

A Adega Monte Branco lança vinho de 2014 comemorativo do seu 10º aniversário: “X Anos”.

Madura e experiente a Adega Monte Branco traz para o mercado o “10 anos” que vem confirmar a energia e paixão consagradas no seu portfólio em
permanente evolução.

«Este lançamento cumpre o nosso objectivo de criar vinhos de carácter marcante, capazes de exprimir com rigor todo o potencial
das castas portuguesas.” Sobre a nova imagem e o re-styling da gama Alento reforça que “a Adega Monte Branco é neste momento uma marca jovem, mas experiente que evoluiu ao longo destes catorze anos. Sentimos a necessidade de criar um novo visual, sem “cortar” com o existente, mas que espelhasse a nossa maturidade e reforçasse o nosso posicionamento no mercado», Luís Louro

Situada em plena localidade de Estremoz, a Adega Monte Branco beneficia de um micro-clima típico da região. Com condições geológicas únicas, onde predominam os calcários e os xistos. Daqui resultam vinhos muito equilibrados, frescos e sobretudo elegantes. Todo o edifício da Adega foi pensado com o foco na sustentabilidade e funcionalidade, através do uso inteligente da tecnologia e da energia. Com capacidade para produzir cerca de 300.000 litros/ ano, a adega vai além da pureza das linhas arquitectónicas.

No total de 30 hectares de vinha, a preocupação é assegurar um controlo absolutamente rigoroso desde a origem, buscando o equilíbrio perfeito entre as castas e o seu terroir. Os solos (calcário e xisto) marcam, de forma decisiva, o carácter dos vinhos da Adega Monte Branco.

Solos calcários, base de uma boa produção combinam-se com manchas de xisto, terras pobres e austeras, fonte de concentração, acidez e aroma. Cada um tem a sua própria expressão e juntos complementam-se em cada vinho da marca.

«Especialmente criado para comemorar a décima colheita, o 10 Anos resultou de uma vindima que se adivinhava perfeita, apesar das chuvas de Setembro que deixaram muita apreensão. Este é um vinho poderoso, fresco, com uma enorme elegância e com um enorme potencial de guarda», Luís Louro

Nascido e criado no meio vitivinícola, Luís Louro regressa ao Alentejo após formação em Engenharia AgroIndustrial e um estágio em Sonoma (Califórnia, EUA). Fascinado pelo Alentejo e pelas castas portuguesas decide, em 2004, dar largas à sua visão e fazer nascer a Adega do Monte Branco.

Luís Louro começou nesse ano com 100 toneladas de uvas, que foram vinificadas nas adegas do seu pai e de amigos. Não tinha adega, não tinha vinhas próprias, nem dinheiro, mas tinha o que achava essencial: Paixão, vontade, dois braços para trabalhar, tempo para se dedicar e Alento, muito Alento para alguém com 23 anos.

Em 2005, quando chegou a altura de lançar o vinho para o mercado, o nome surgiu naturalmente: Alento. Porque Alento é parecido com Alentejo, mas acima de tudo sinónimo de vida, de energia, de evolução, de querer mais. Os anos passaram, e o pequeno projecto começou a tornar-se maior, a equipa cresceu e o portfólio também.

Plantou castas inovadoras no Alentejo e aumentou a capacidade da Adega, dando-lhe a possibilidade de sonhar e experimentar mais.

 

You May Also Like

Descubra a Escola da Casa IKEA

Cada planta no seu vaso com a La Redoute

Chicco partilha mais um Natal com a Ajuda de Berço

Sabores de Natal chegam à baixa de Lisboa