Rodrigo Leão levou "A Montanha Mágica" ao CCB

O Grande Auditório do Centro Cultural de Belém encheu-se ontem para uma noite de pura magia. Rodrigo Leão, um dos mais reconhecidos músicos nacionais, de cujo trajeto profissional fazem parte os projetos Sétima Legião e Madredeus, subiu ao palco da prestigiada sala para apresentar “A Montanha Mágica”, o seu mais recente trabalho.
Desenvolvimento da aventura musical anterior, a digressão “Instrumental” na qual o músico se fazia acompanhar em palco por uma formação mais reduzida, “A Montanha Mágica” mostra-nos um caminho diferente daquele que percorreu aquando do Cinema Ensemble. As músicas surgiram num desencadear de emoções, primeiro com Praia do Norte, Mar Estranho e O Navio Farol. Novidade para muitos dos que se encontravam na sala, o novo trabalho foi surgindo num desfiar de acordes que deixavam o público suspenso na escuta da pérola musical seguinte. Seguiram-se Espiral II, O Tango dos Malandros, A Corda e A Montanha Mágica, título que dá nome ao álbum.
Vindo do Brasil para participar nesta noite especial, Thiago Petit emprestou a voz a Rosa, tema do aplaudido álbum “Cinema”, de 2004, tendo cantado ainda Mapa Mundi e O Fio da Vida. Seguiram-se mais três novos temas instrumentais, O Baloiço, A Revolta e Aviões de Papel, os quais destacam o objetivo da harmonia desde sempre procurada pelo músico entre cada um dos instrumentos, que mais parecem dialogar num toma lá dá de cá de notas e acordes perfeitos. Sem estar fisicamente presente no CCB, Scott Matthew que escreveu e interpretou o tema Terrible Dawn participou através de um ecrã, tendo sido este, claramente, um dos momentos mais aplaudidos da noite. O músico e ilustrador Miguel Filipe subiu ao palco para interpretar O Hibernauta, ao qual se seguiram temas mais antigos, A Estrada, La Fête e Comédia de Deus, do já referido “Cinema”, e Ya Skaju Tebe, tema que integra o álbum “A Mãe”, de 2009. Para o único encore da noite Rodrigo Leão reservou Açores e Pasión (tendo esta última sido cantada por Celina da Piedade), do disco “Alma Mater”, de 2000.
Em palco, além do trio de cordas composto por Viviena Tupikova, Bruno Silva e Carlos Tony Gomes, e do acordeão de Celina da Piedade, Rodrigo Leão contou com a participação de Miguel Nogueira.
Fotos e texto de look-mag.com
www.uguru.net

Pode também visualizar o artigo (sem necessidade de Adobe Flash Player) em: http://look-mag.com/2011/11/27/rodrigo-leao-levou-a-montanha-magica-ao-ccb/

You May Also Like

À conversa com mema.

À conversa com Selma Uamusse

Time For T revela primeiro single de EP composto e gravado durante a quarentena

O festival Que Jazz É Este? assinala em 2020 a sua oitava edição

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt