ModaLisboa Vision – Dia III

ModaLisboa-Vision3_lookmag_pt00

Terceiro e último dia da 42.ª edição da ModaLisboa que sob o tema Vision trouxe ao Pátio da Galé as propostas para o próximo Outono/Inverno. Entre silhuetas, desfiles, maquilhagem, as propostas dos criadores nacionais conquistaram todos os que se deslocaram ao Terreiro do Paço.

Surpreendente será talvez a palavra que melhor descreve o desfile de Nuno Gama. Tendo sido o primeiro a apresentar as suas propostas no último dia da ModaLisboa Vision, o criador nacional transportou a passarela do Pátio da Galé para a Praça do Comércio, dando desta forma a possibilidade a todos de ficarem a conhecer as suas criações. Nesta coleção, intitulada Nuno Gama – Panteão, o estilista «homenageia a glória da imortalidade e desafia a capacidade individual de reinvenção do arquétipo da moderna vida portuguesa». Além das propostas masculinas, Nuno Gama apresentou alguns modelos da sua coleção feminina. Dos mais de 60 manequins que desfilaram, destacam-se algumas caras conhecidas como Raquel Prates, Jorge Corrula, Paulo Pires e Iva Lamarão.

Aleksandar Protic inspirou-se nas heroínas da Action Manga para as suas propostas para o próximo outono/inverno.
A silhueta escolhida pelo criador apresenta formas estruturadas as quais se opõem a outras mais suaves. Nas cores Aleksandar Protic escolheu o castanho, cinza, azul e preto, em propostas elaboradas em materiais como lã, caxemira, pele, algodão e seda.

Ricardo Andrez descreve a sua coleção como «construtivismo como combinação de faktura: as propriedades particulares dos materiais de um objeto, e tektonika, a sua presença espacial».
Apelidada de “Faktura” a colecção Outono/Inverno de Ricardo Andrez foi apresentada num desfile realizado na secção LAB da 42.ª edição da ModaLisboa, no Pátio da Galé.

Pedro Pedro apresentou a coleção para o próximo outono/inverno á qual deu o nome de “Fur”. «Conservadorismo versus bizarro. Austeridade versus leveza. Glamour freakish», universos paralelos que surgiram com base e inspirados na vida e obra da fotógrafa norte-americana Diane Arbus.
Em “Flur” vigoram formas longas e fluídas, os cortes caixa, os casacos de inspiração sport, tudo concebido em materiais de excelência com evidente destaque para os acabamentos metalizados, que vão das lãs (dupla face, caxemira, espinhadas) aos cupros, dos jersey aos nylons. Nas cores encontramos o rosa, o verde-bandeira, castanho, várias tonalidades de cinzento, bege, ouro e prata.

A coleção “Inside Out” de Dino Alves para o Outono/Inverno 2014/2015 tem como ponto de partida os objetos que diariamente são usados pelas pessoas. Mas o criador foi mais além pois com as suas propostas pretende no fundo fazer sair e dar a conhecer o que as pessoas têm realmente dentro de si. Os seus sentimentos, anseios, medos, características…
A coleção surpreende com a utilização de bolsos de vários tipos espalhados por zonas menos usuais. Cada um é visto como um elemento decorativo, mas simultaneamente como metáfora daquilo guardamos dentro de nós. As cores são o preto, cinza, lilás velho, cor de vinho, bordeaux, rosa e azul claro, amarelo torrado, verde tropa e metalizado, e os materiais passam pelas lãs, algodões, neoprene, mousseline, marrocain, viscose e peles.

Miguel Vieira descreve que se inspirou «numa noite de inverno no hemisfério norte. Com ele veio o frio, a chuva e as noites intermináveis… Pode ouvir-se o silêncio. Os pássaros há muito voaram para sul. Já sem folhas, as árvores finalmente adormecem. Há uma breve pausa no ciclo da vida, que teima em continuar. Também para Nós esta noite escura e fria é sinónimo de mudança. De adaptação… Fazemos mais que isso. Vestimos as cores e texturas do inverno permanecendo fiéis à nossa essência. Beleza, distinção, elegância e poder de sedução». Pura magia, foi o que cada uma das propostas de Miguel Vieira trouxe à ModaLisboa Vision.
Utilizando materiais de elevada qualidade, Miguel Vieira optou nas cores por uma paleta onde divagam o preto caviar, o azul crepúsculo, o cinza miragem e o cinza tempestade. Propostas puras onde os olhos se prendem nas formas tubulares e nas estreitas cinturas marcadas.

Filipe Faísca encerrou a 42.ª edição da ModaLisboa o desfile da coleção “Entropy”. Sempre aguardadas com enorme espectativa, as propostas para o próximo inverno marcam o regresso do criador ao evento.
Os manequins, entre eles nomes como Sofia Aparício, Luís Pereira, Telma Santos e Flor, apresentaram peças que vão do Sport, ao Chic, passando pela Street e a Dance. Desfilaram também a apresentadora de televisão Leonor Poeiras e o produtor de moda João Pombeiro.
Em “Entropy” Filipe Faísca realizou uma parceria com o designer francês de sapatos Christian Louboutin, criador dos famosos sapatos sola vermelha. Já nos materiais escolheu a lã, o mohair, a seda e a viscose, e nas cores o amarelo mostarda, o preto, o vermelho e o inox.

Desde já marcamos encontro para a próxima ModaLisboa, a qual regressa em outubro, com a apresentação das coleções para a primavera/verão 2015.

https://lookmag.pt/blog/modalisboa-vision/

Texto: Sandra Pinto
Fotos: Joaquim Machado

You May Also Like

Devendra Banhart com três concertos em Portugal

Está a chegar a terceira edição da Oktober Festa

Notas de um velho nojento, de Charles Buwokski

Dia 13 de Outubro. Podia ser uma sexta-feira, mas não foi. Dia 13 de Outubro foi um sábado. O mesmo sábado que o Indiegente ganhou vida.

Indiegente Live 2019 toma conta do LAV no dia 19 de Outubro

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt