Magia à beira do Tejo

Belém surge perante os nossos olhos como um puzzle da história portuguesa, onde as peças ganham vida em cada um dos monumentos que testemunham a sua riqueza ao longo dos séculos. É ali, naquela paisagem única, que está instalado o Espaço Espelho d’Água, também ele um espaço icónico desta zona lisboeta e parte essencial deste puzzle de história.

Espaço Espelho d’Água -LookMag_pt01

Foi no ano de 1940 que, integrado na Exposição do Mundo Português, nascia ali, bem à beira do Tejo, o grande espelho de água onde hoje se encontra o restaurante. Cá fora a sensação de estarmos a flutuar sobre as águas do rio é incrivelmente relaxante, enquanto no interior é o conforto do espaço e a simpatia do staff que chamam a atenção. Atenção posteriormente toda ela focada no prato, mas já lá vamos.

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt02

Olhemos em redor e percamo-nos na amplitude do espaço que depois de um processo de restauro e requalificação surge abrilhantado pela famosa luz de Lisboa. Repartido entre diferentes áreas, o Espaço Espelho d’Água proporciona diferentes experiências, pois se na esplanada exterior é o contacto visual com as águas do Tejo que assinala a distinção, nas duas salas de refeições o apelo da gastronomia faz-se sentir, apenas diferenciado pelos distintos ambientes disponibilizados.

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt03

Ao entramos somos recebidos pela tradicional calçada portuguesa, construída a partir de uma obra de Yonamine. Nas duas salas as enormes vidraças que, mais do que janelas surgem como paredes transparentes que permitem a entrada da luz natural, foram uma das boas opções ao nível da renovação do espaço, o qual ganha assim em luminosidade. Ainda ao nível da decoração de interiores, uma referência aos seis carrinhos de hotel recuperados e pintados por Pedro Campelo, bem como os tradicionais azulejos concebidos pelo Estúdio Pedrita que embelezam as casas de banho.

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt-4-5

A abertura do Espelho d’Água aconteceu em 2014, com base num projeto que tinha e tem como intenção, não apenas dar voz a uma gastronomia de excelência, mas aliar este aspeto a outros diretamente relacionados com o universo artísticos, onde se inserem a galeria, a sala de espetáculos e os quartos para residências artísticas. Contigua à esplanada exterior, a cafetaria apresenta-se como a opção mais descontraída, o que se reflete na carta. Esta cativa pela diversidade multicultural das propostas, sendo que nela podemos encontrar sugestões como as empadas de moqueca de camarão, os bolinhos de arroz e sardinha, os rissóis de camarão, caril e coco, os pastéis de vento ou as coxinhas de frango em Mandioca. Se gosta de carne não deixe de se perder pelas propostas ali apresentadas, pois as diferentes carnes são cozinhadas de acordo com a técnica gaúcha de grelhar, Fogo de Chão.

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt-9-10

Na sala do restaurante, ao fundo, atrai os olhares mais desprevenidos a pintura mural de Sol Lewitt, restaurada aquando dos trabalhos de recuperação e que lhe atribui um aspeto cosmopolita e trendy. As mesas encontram-se estrategicamente colocadas para que a privacidade se mantenha. Lá fora a vida ribeirinha prossegue o seu curso, enquanto no restaurante é hora de escolhermos a nossa refeição. Tiradas algumas dúvidas, e feitas as escolhas é tempo de degustar.

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt-11-12-13

Da responsabilidade da chef brasileira, Ana Soares, do Mesa III Consultoria, de São Paulo, é todo um mundo gastronómico que chega às mesas do Espelho d’Água. Focada em dar vida a uma cozinha de fusão, Ana Soares inspirou-se em ingredientes portugueses, brasileiros e africanos para dar vida a pratos onde vamos igualmente encontrar influências oriundas da Índia, de Timor e da China.
Não sendo muito vasta, a carta surge eclética dando resposta a todos os gostos. Nas entradas a escolha recaiu sobre duas sugestões frescas e bem concebidas, pois se a salada de legumes assados e grelhados com “caviar” de beringela surgiu equilibrada nos ingredientes, o ceviche de bacalhau ao coco, coentro e limão, com abóbora, batata-doce e maçaroca de milho encantou pela frescura dos sabores a combinação de texturas. A carne, um bife de lombo frito com alho, molho de carne e presunto, com batata e cebolinhas assadas teve direito aos mais rasgados elogios, fosse pela sua qualidade, pela forma como foi cozinhada ou pela combinação de alimentos que lhe faziam companhia. Suave, suculenta e bem temperada, ganhou nova vida com a junção do presunto e as cebolinhas assadas. Um “must”!

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt-14-15

Já o peixe deixou gratas memórias gustativas. O polvo assado no forno com batatas a murro, acompanhado de ciolli picante e verduras, surgiu num misto de tradição gastronómica portuguesa com toques orientas, enquanto a garoupa com costa de farofa de castanhas e azeitonas, acompanhada de puré de espargos, tomate confitado e molho de pimento, se apresentou como uma aliança entre ingredientes diferentes mas que juntos conseguem uma força e um sabor que no palato deixa um sabor intensamente apelativo.

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt-16-17

Para o fim estavam reservadas mais duas doces surpresas, vindas diretamente da Cozinha do Açúcar. O bolo de rolo ao cacau com doce de leite e creme inglês de cardamomo cativa o palato pelo bom gosto da combinação, já o duo de arroz doce: (caramelo com flor de sal e o tradicional) deixa sem palavras pelo resultado final, pois a combinação entre doce e salgado surpreende.

Espaco_Espelho_d_Agua-LookMag_pt-18

Refeição composta por gratas surpresas gastronómicas, a verdade é que muito ficou por descobrir na carta do restaurante do Espaço Espelho d’Água. Assim sendo só nos resta voltar. Experimente passar por lá, e certamente ficará com a mesma vontade.

Espaço Espelho d’Água
Avenida de Brasília
Edifício Espelho de Água
Belém
Horário: de segunda-feira a domingo das 11h00 às 00h00
Mais informações e reservas pelo 213 010 510

Texto: Sandra Pinto
Fotos: Luís Pissarro

You May Also Like

“L’Origine” by Chakall ou como a pizza pode ser, de facto, o manjar dos deuses

The Sommelier. Descubra a parceria entre a Pernod Ricard Portugal e Henrique Sá Pessoa

Descubra os segredos do café com gelo

Parceria entre marca de sushi e Mário Belém desafia ao aparecimento de novos talentos

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt