À descoberta de Braga

Braga-LookMag_pt00
Todos os anos rumamos a norte, com destino à vila de Paredes de Coura onde não perdemos uma edição do festival de música que anualmente ali leva milhares de pessoas. Mas, festivaleiro que se preze aproveita para ficar a conhecer antes da música alguns dos mais belos monumentos e paisagens nacionais, foi o que fizemos ao “estacionarmos” uns dias em Braga, cidade que nos deixou deveras encantados.

A sua história está gravada nos seus monumentos e igrejas. A romana Bracara Augusta, foi sede do episcopado português no século XII, ficando conhecida pelas igrejas barrocas, as esplêndidas casas do século XVIII, os jardins e os parques. Hoje, moderna e contemporânea, muito por culpa dos milhares de jovens que estudam na Universidade do Minho, Braga continua a carregar o peso de ser um dos principais centros religiosos do país.


Percurso pelo centro de Braga


02-Sé_Braga-LookMag_ptSé de Braga
Monumento Nacional desde 1910, a Sé de Braga assenta sobre as fundações de um antigo mercado ou templo romano. Considerada como um dos mais importantes templos do românico português, a sua história remonta à obra do primeiro bispo, D. Pedro de Braga (1070), que a concebeu um projeto de peregrinação semelhante a Santiago de Compostela e outras igrejas de peregrinação francesas, com três naves, transepto saliente, cabeceira e deambulatório. Nesta catedral encontram-se os túmulos de Henrique de Borgonha e sua mulher, Teresa de Leão, os condes do Condado Portucalense, pais do rei D. Afonso Henriques. Ao lado da catedral, com acesso a partir do claustro, encontra-se o Tesouro da Sé, criado em 25 de Março de 1930, o qual recolhe múltiplas peças reunidas ao longo dos tempos.


03-São_Frutuoso-LookMag_ptCapela de S. Frutuoso
Templo datável do século VII, que surge numa capela de pequenas dimensões, em estilo pré-românico, com traça suevo-visigótica, aparentemente inspirada nos mausoléus bizantinos. Constitui o mais importante exemplar nacional da arquitetura pré-românica e um dos mais significativos da Península Ibérica. O seu interior é considerado como exemplar único da arquitetura da alta Idade Média galaica.


04-Fonte_Ídolo-LookMag_ptFonte do Ídolo
A Fonte do Ídolo localiza-se na Rua do Raio, na zona central da cidade. sendo um monumento romano. Possivelmente construída no século I dC, consiste numa fonte de água com inscrições e figuras esculpidas em um afloramento natural de granito. Uma inscrição indica que Célico Fronto, natural de Arcóbriga, mandou erigir o monumento. Perto da fonte encontraram-se vestígios arquitetónicos que indicam que pode ter sido parte de um templo.
Horário de inverno (outubro a abril):
Terça-feira a domingo, das 09h00 às 13h00 e das 13h30 às 17h00
Horário de verão (maio a setembro):
Terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 13h30 às 18h00
Encerra à segunda-feira e feriados


05-Jardim_de St_Bárbara-LookMag_ptJardim de Santa Bárbara
Localizado junto à ala Medieval do Paço Episcopal Bracarense, o Jardim de Santa Bárbara é uma dos mais bonitos jardins públicos da cidade. No centro está instalada uma fonte encimada pela estátua de Santa Bárbara, de onde veio o nome do jardim.


06-Largo_Paço-LookMag_ptLargo do Paço
Fica no centro histórico de Braga sendo constituído por um conjunto de edifícios que serviram de antiga residência dos Arcebispos, conhecida como Paço Episcopal Bracarense. O Largo do Paço é constituído por quatro edifícios, onde atualmente se situa o Salão Nobre da Universidade do Minho, a Biblioteca Pública de Braga e o Arquivo Municipal.


07-Torre_Menagem-LookMag_pt1Torre de Menagem
Mandada construir pelo rei D. Fernando, pelo que é igualmente chamada Torre de D. Fernando, a torre de menagem é o que resta do castelo de Braga. Das muralhas, subsistem ainda algumas ruínas, na sua maior parte bastante modificadas. A torre fica no centro histórico de Braga, e é visível da Avenida Central, por detrás da Arcada. É hoje utilizada pela Câmara Municipal de Braga, sobretudo para exposições de pintura e fotografia.


08-Largo_S_Paulo-LookMag_ptLargo de São Paulo
Um espaço amplo onde sabe bem descansar um pouco e onde se congregam um variado conjunto de motivos de interesse, como a igreja de S. Paulo de arquitetura jesuíta integrada no Seminário de Santiago, a Porta de Santiago e a Capela da Nossa Senhora da Torre, de arquitetura rocaille de André Soares. No centro do largo a estátua do Arcebispo de Braga D. João Peculiar, concelheiro do Rei de Portugal (1139-1175).


09-Parque_Cidade-LookMag_ptParque da Cidade
Com 100 anos de vida este é o maior espaço verde da cidade. No centro a bela capela dedicada a São João datada de 1616 em redor da qual acontecem anualmente as festas em honra do santo.


10-Theatro Circo-LookMag_ptTheatro Circo
Classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1983, o Theatro Circo localiza-se na Avenida da Liberdade. Em 21 de abril de 1915, foi inaugurado pela companhia do “Éden Teatro de Lisboa”, com a opereta de Ruggero Leoncavallo “A Rainha das Rosas”, com Palmira Bastos no papel principal. Entre 1918 e 1925 o Theatro Circo foi gerido pelo Teatro Sá da Bandeira. Em 1987, a Companhia de Teatro de Braga instalou-se no Theatro Circo. Um ano depois a Câmara Municipal de Braga adquiriu o imóvel.


Percurso em redor de Braga


12-Igreja_Mosteiro_Tibães-LookMag_ptIgreja e Mosteiro de Tibães
Anterior à nacionalidade, a igreja e Mosteiro de Tibães sofreu dura e implacavelmente as vicissitudes do tempo e dos homens. Nos finais do século XI foi fundado o mosteiro românico que recebeu em 1110 Carta de Couto, doada pelo conde D. Henrique. Em 1567 tornou-se Casa-mãe da Congregação de São Bento de Portugal e do Brasil. Comprado pelo Estado em 1986, vazio e em avançado estado de degradação, é hoje objeto de uma enorme recuperação e dinamização cultural.


13-Bom_Jesus-LookMag_ptSantuário do Bom Jesus de Braga
Santuário católico dedicado ao Senhor Bom Jesus desdobra-se num conjunto arquitetónico-paisagístico integrado por uma igreja, um escadório onde se desenvolve a Via Sacra do Bom Jesus, uma área de mata (Parque do Bom Jesus), alguns hotéis e um funicular (Elevador do Bom Jesus). A sua disposição serviu de inspiração por exemplo ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego, e ao Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, na cidade de Congonhas, em Minas Gerais, no Brasil.


14-Sameiro-LookMag_ptSantuário de Nossa Senhora do Sameiro
O dia 14 de Julho de 1863 marcou o inicio da construção do Santuário de Nossa Senhora do Sameiro cujo fundador foi o Padre Martinho António Pereira da Silva, que em 1871 colocou no cume da montanha uma imagem de Nossa Senhora da Conceição. É um dos centros de maior devoção mariana em Portugal, logo depois do Santuário de Fátima. No templo, concluído no século XX, destaca-se o altar-mor em granito branco polido e o sacrário de prata. Em frente ergue-se uma imponente escada, no topo da qual se encontram dois pilares encimados com a imagem da Virgem Maria e do Sagrado Coração de Jesus.


15-Briteiros-LookMag_ptCitânia de Briteiros
Bem perto dos santuários do Sameiro e do Bom Jesus de Braga fica a citânia de Briteiros. Local arqueológico da Idade do Ferro, situada no alto do monte de São Romão, a cerca de 15 km de Guimarães cidade, é uma citânia com as características gerais da cultura dos castros do noroeste da Península Ibérica. Monumento Nacional desde 1910, apresenta as características da cultura dos castros do noroeste da Península Ibérica.

Onde ficar


A equipa Look Mag ficou hospedada no hotel ibis Braga Centro, unidade hoteleira extremamente bem localizada, no centro da cidade de Braga. Perfeita para descansar depois de um fatigante dia de descobertas e explorações pela cidade, o ibis Braga Centro oferece conforto e tranquilidade. Ao pequeno-almoço, o qual é servido diariamente até às 12h00, um conjunto de alimentos saudáveis renovam as forças dos visitantes para mais um dia de aventuras exploratórias pela cidade.
Com ponto de internet, espaço de leitura e de audição de música, a unidade proporciona momentos de pura descontração. Mediante solicitação pode tomar-se um snack ou uma bebida fresca a qualquer hora do dia ou mesmo da noite. Para reservas: http://www.ibis.com/pt/hotel-1802-ibis-braga-centro/index.shtml

Sugerimos ainda como outras opções de estadia na cidade de Braga os hotéis ibis budget Braga Centro (http://www.ibis.com/pt/hotel-9042-ibis-budget-braga-centro/index.shtml) e Mercure Braga Centro (http://www.accorhotels.com/pt/hotel-8308-mercure-braga-centro/index.shtml).

Mais sobre as condições da ibis para os festivais de verão em https://lookmag.pt/blog/ibis-e-os-festivais-de-verao/.

Texto: Sandra Pinto
Fotos: Luís Pissarro

You May Also Like

Lisbon Marriott Hotel recebe Hello Summer Wine Party

Especial Dia da Mãe no Serenity Spa

COS marca presença no Salone del Mobile, em Milão

Descubra a mudança na forma de viajar

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt