A minha vida num disco: Eduardo José Almeida aka Dico

Dico gosta de música desde sempre, mas o metal entrou-lhe no sangue lá pelos 11 anos. Com ele cresceu, passando pela bateria de inúmeras bandas e pelo jornalismo musical.

Enquanto autor dedicou ao seu género musical preferido muitas e muitas páginas que podem ser lidas em obras como Breve História do Metal Português e Emigrantes, Imigrantes: Experiências de Vida no Universo Metálico Português (1989/2018). Podem ficar a conhecê-lo nesta entrevista.

A escolha de hoje é dele.

A minha vida num disco: Dico

Para mim seria fácil referenciar «The Number of the Beast», dos lendários Iron Maiden, como o álbum da minha vida (ou como a minha vida caberia nesse disco). Há duas razões para tal: 1) Foi o primeiro álbum de Heavy Metal que alguma vez ouvi, nos idos de março de 1982; 2) O mencionado longa-duração mudou a minha vida por completo, tendo eu passado a dedicá-la ao Metal, não só enquanto fã, mas também como músico, jornalista e divulgador.
Mas, na verdade, foi o quinto álbum dos britânicos a tornar-se o meu disco favorito de sempre, logo que o ouvi pela primeira vez. Estávamos em 1984 (ano da sua edição), vivia eu a inocência dos 14 anos. Se os álbuns anteriores haviam transformado os Iron Maiden na minha banda favorita, a composição e execução imaculadas, as letras estudadas ao mais ínfimo pormenor e a magistral componente gráfica de Powerslave ultrapassaram as mais exigentes expectativas.
Ainda hoje, passados tantos anos, oiço-o regularmente e o impacto é praticamente o inicial. A voz poderosíssima de Bruce Dickinson, as guitarras entrosadíssimas de Adrian Smith e Dave Murray, o baixo inimitável de Steve Harris e a bateria ultradinâmica de Nicko McBrain fizeram mossa em inúmeros fãs, entre os quais orgulhosamente me incluo. Sei cada nota de cada instrumento e cada palavra de cada letra. Não imagino sequer as vezes que o ouvi. Apenas sei que quando for chamado para a minha derradeira morada quero levá-lo comigo. É meu desejo passar a eternidade com ele!

You May Also Like

À conversa com Miguel Andrade dos Apotheus

Sotz apresenta “Popol Vuh” no Hard Club

Metalpoint lança Confinement Sessions gravadas ao vivo

Caminhos Metálicos apresentam este fim-de-semana festival online. Links diretos aqui

error: Conteúdo protegido. Partilhe e divulgue o link com o crédito @lookmag.pt